E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




NTT cria o maior estádio conectado do mundo, gerando uma ‘cópia digital’ do Tour de France
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

A NTT Ltd., a parceira oficial de tecnologia para a A.S.O, anunciou hoje que irá criar o maior estádio conectado do mundo, um conceito único para o Tour de France, gerando uma “cópia digital’ do evento. Milhões de pontos de dados serão conectados e trazidos para a vida dos fãs por meio de visualizações incríveis e perspicazes, e de experiências digitais, bem como novos serviços para suportar as operações do evento para essas três longas semanas de corrida que acontecem entre 26 de junho e 18 de julho de 2021.

Devido às restrições vigentes de viagem e das medidas de segurança da COVID-19, a NTT junto com a A.S.O., entregará uma experiência digital para engajar fãs pelo mundo. Isso inclui:

Race Center – um site oficial de rastreamento ao vivo, que fornece updates da corrida, incluindo telemetria do ciclista na letour.fr e na aplicação Mobile Tour de France.

LeTourData – insigths orientados por dados e previsões de Inteligência Artificial no Twitter, Instagram e transmissão de TV.

Rastreamento 3D – um app de realidade aumentada imersivo que fornece visualizações 3D para as etapas.

Fantasia Tour de France por Tissot– um jogo esportivo de fantasia integrando insights de dados e aprendizado de máquina (previsor NTT) para oferecer insights dos ciclistas que serão assistidos.

NTT Media Wall – uma exibição de mídia avançada nas vilas da corrida apresentando insights de dados e visualizações do LeTourData e updates da corrida ao vivo.


Criando uma cópia digital com IoT e Computação de Borda

O Tour de France é um estádio móvel que se desmonta e se muda todos os dias por 21 dias, através de 3.400 km visitando algumas das localizações mais remotas na França, de paisagens pitorescas do interior a paisagens agrestes dos Alpes e Pirineus.

Criar uma cópia digital do evento possibilitará às equipes de operações obter uma visibilidade em tempo real e simplificar as operações para garantir a continuidade e a resiliência da corrida. A NTT usará uma ampla gama de sensores IoT, computação de borda e redes, integradas dentro das suas plataformas inteligentes e mapeadas em um modelo de geo-localização de cada estágio do Tour. Isso garantirá uma visibilidade em tempo real das localizações-chave e acessos, rastreamento de contato de COVID-19 e updates do momento de tempo de chegada da corrida e da caravana.

Em uma outra novidade para 2021, a NTT usará análises em tempo real na borda para prover dados imediatos da corrida de volta aos seus veículos oficiais. Isso entregará uma visão geral ao vivo da situação da corrida, mesmo em áreas remotas ou o alto das montanhas.

Peter Gray, Vice-Presidente Sênior do Grupo Avançado de Tecnologia de Esportes da NTT Ltd., comentou: “A digitalização do Tour de France começou em 2015 por capturação de dados de ciclistas para prover updates em tempo real. Todo ano nós temos sido capazes de levar a tecnologia para o próximo estágio; este ano nós estamos criando o que é essencialmente uma cópia digital do evento. É um ambiente altamente dinâmica e mutável que requer acesso imediato para informar e garantir operações contínuas e suaves, resultando em fãs mais informados e engajados”.


Conectividade no centro, habilitada seguramente pela nuvem

Ao promover um ambiente verdadeiramente híbrido de servidores físicos e virtuais, contêineres, e funções sem servidores para diferentes fluxos de trabalho, todos implementados através da Infraestrutura automatizada como Código, a NTT é capaz de suportar essa ampla estrutura de fãs e serviços operacionais para o A.S.O. Isso será tudo monitorado pelo Portal de Serviços da NTT, facilitando a demanda para ser melhor conectada, não importando onde é o palco da corrida independentemente de onde a computação, as aplicações e os usuários residam.

Criar um cópia digital da corrida também significa uma melhor conectividade de dispositivos e veículos, bem como mais aplicações e plataformas acessando os serviços hospedados em nuvem, sejam elas públicas, privadas ou híbridas. Independente do anfitrião, para a A.S.O, os dados estarão no centro. Isso não inclui somente o entendimento onde diferentes dados ficam, mas como reuni-los e usá-los efetivamente para criar melhores experiências, quer seja para os fãs, as mídias ou os times de ciclismo.

Gray continua: “Um tema recorrente para muitas organizações, à medida que elas navegam na pandemia é como garantir que os requisitos e as mudanças constantes dos clientes sejam atendidos. A habilidade para se adaptar tem sido o coração de nossos sete anos de parceria com a A.S.O. Nós estamos ajudando para uma inovação constante no Tour de France, um evento que milhões de fãs apaixonados ao redor do mundo esperam ansiosamente. A cada ano as apostas aumentam, enquanto nós criamos novas maneiras de alcançar e engajar mais pessoas de novas e excitantes formas, o que não é uma tarefa fácil quando você considera a complexidade da corrida”.

Yann Le Moenner, Chefe Executivo da A.S.O. comentou: “A tecnologia desempenha uma parte vital em nos ajudar a inovar na expectativa dos fãs da corrida para seus celulares e aplicações baseadas em nuvem, a mesmo tempo que fornece insights do evento, análises ricas e soluções digitais inteligentes. Desde 2015, nós trouxemos melhorias digitais completes para o evento para criar a melhor experiência conectada para os fãs. Este ano não é diferente, entregando uma experiência orientada por dados através de qualquer dispositivo, onde quer que você esteja no mundo”.

Editorias: Ciência e Tecnologia  Cultura e Lazer  Esportes  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Laura Enchioglo de Matos  
Contato: Laura Enchioglo de Matos  
Telefone: --

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.