E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Prevenção e combate a incêndios em prol da defesa do patrimônio histórico de São Paulo
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

*Felipe Melo

A cidade de São Paulo comemora 466 no dia 25 de janeiro, e a data traz consigo muitas reflexões sobre a importância de preservar o patrimônio histórico da cidade que, além de ser o principal centro financeiro da América do Sul, é um grande centro cultural com muitas possibilidades, principalmente no que se refere a museus e casas de cultura.   

Com cerca de 130 museus, São Paulo guarda e preserva um grande acervo com obras, estudos e documentos considerados de valor histórico, artístico e científico. Infelizmente, temos na conta incêndios de grandes proporções que atingiram e destruíram alguns desses locais, como foi o caso do Museu da Língua Portuguesa, Memorial da América Latina e o Teatro da Cultura Artística.

Além de espaços culturais, os museus também são importantes locais de pesquisas para diversas áreas. Portanto, precisamos nos atentar que milhares de pessoas frequentam estes locais diariamente e, por questões de preservação de patrimônio e também de vidas, é de extrema importância manter estes locais protegidos contra possíveis incêndios.

Juntamente com outras medidas de prevenção e combate a incêndios, como saídas de emergências amplamente sinalizadas, extintores e hidrantes, por exemplo, o sistema de chuveiros automáticos - conhecido pelos engenheiros como ‘sprinkler’ - é considerado um dos componentes de maior importância em uma rede de combate a fogo, pois tem a capacidade de inibir a propagação das chamas e pode evitar tragédias com perda de vidas e acervos históricos, como temos visto acontecendo nos últimos anos.

A elaboração de projetos de prevenção de incêndios com sprinklers precisa ser a peça-chave e um aliado importante em todo tipo de construção. Afinal, a instalação desses sistemas apresentam um investimento baixo se comparado com a proteção eficaz que oferece. O aprendizado que ficou diante de tantas tragédias deixa claro que é preciso fomentar o desenvolvimento de uma cultura de prevenção, a fim de proteger vidas e preservar patrimônios, sejam históricos ou não.

Com apoio da Associação Brasileira de Sprinklers (ABSpk), entidade que fomenta o uso de sprinklers no território nacional, foi estabelecido o novo o Modelo Nacional de Regulamento de Segurança Contra Incêndio e Emergência em meados de 2019, com intuito de melhorar a segurança nas construções. Instituído pela portaria nº 108 e publicado no Diário Oficial da União, o regulamento visa tornar eficaz a Lei nº 13.425/ 2017, que ficou conhecida como “Lei Kiss”, um marco para a prevenção contra incêndios no Brasil, estabelecido após a tragédia ocorrida na casa noturna de Santa Maria (RS), em janeiro de 2013.

Felipe Melo é presidente da ABSpk, Associação Brasileira de Sprinklers, fundada no início de 2011, para promover a discussão, bem como implementar ações, no intuito de que todo sistema de sprinkler, projetado, instalado e mantido, no Brasil, seja tratado de maneira técnica, profissional e ética. É Engenheiro Eletricista formado pela FEI. Atua há mais de 10 anos em empresas dedicadas a sistemas de proteção contra incêndio.



Editorias: Ciência e Tecnologia  Construção e Arquitetura  Cultura e Lazer  Economia  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Hiago Viana  
Contato: Hiago Viana Silva Martires  
Telefone: 11-33923025-210

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.