E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Varejo: preparar-se para combater perdas no Carnaval é fundamental
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Janeiro de 2020 – Após registrar um bom desempenho nas vendas durante o período natalino, que cresceram em 9,5% segundo a Associação dos Lojistas de Shopping (Alshop), o varejo brasileiro já deve se preparar para outra data que promete esquentar algumas áreas do setor. O Carnaval, de 21 a 26 de fevereiro, especialmente nas grandes capitais, atrai um bom número de turistas e faz crescer a movimentação de pessoas no comércio.

O último Carnaval reuniu mais de 7 milhões de foliões no Rio de Janeiro e movimentou R$ 3,78 bilhões em receitas na economia da cidade, como apontou a prefeitura municipal. Em São Paulo, por sua vez, segundo a SPTuris, 556 blocos desfilaram pelas ruas de alguns bairros da capital, atraindo um público superior a 5 milhões de pessoas e ajudando a movimentar mais de R$ 2 bilhões.

Mas para que as estatísticas continuem positivas, os comerciantes do varejo, em geral, precisam estar atentos, pois, ao mesmo tempo em que o grande número de turistas pode beneficiar o faturamento das lojas, pode ser também um passaporte para o aumento de furtos de produtos. Apesar de não haver estatísticas por datas, a experiência acumulada de Luiz Fernando Sambugaro, diretor de Comunicação da Gunnebo (http://www.gunnebo.com.br), referência em soluções para a proteção eletrônica no varejo, aponta que, não apenas no Carnaval, mas em todas as datas festivas, aumenta a incidência dos furtos.

Lojas localizadas na rua no percurso dos desfiles de blocos, por exemplo, além das farmácias, drogarias e supermercados são os canais que mais podem sofrer com os furtos. Itens como fantasias, adereços, roupa de praia, bronzeadores, bebidas energéticas e alcoólicas, carnes nobres, preservativos, entre outros, devem ter maior atenção do comerciante nesse período.

Prevenção é fundamental - Segundo Sambugaro, a prevenção é essencial e evita dores de cabeça. “A primeira coisa que se recomenda são as câmeras estrategicamente posicionadas e monitoradas pela equipe local ou através de um serviço remoto. Em seguida, do ponto de vista de inibição, as antenas eletrônicas colocadas na entrada das lojas, são muito eficazes, pois o delinquente ao vê-las, com muita probabilidade evitará de entrar em seu estabelecimento”, diz o executivo.

Também, de acordo com o diretor da Gunnebo, é importante o varejista estar atento às outras ferramentas, como etiquetas de proteção, espelhos convexos, cadeados eletrônicos, cabos de aço, cofres inteligentes e inventário constante e mais efetivo, além da equipe treinada para lidar com as eventuais ocorrências na loja. Sambugaro ressalta que o investimento nesses tipos de tecnologia pode ser suficiente para garantir a utilização da solução por cerca de dez anos. “Aliás, esse é o item com o menor custo num projeto de prevenção de perdas, que deve incluir também investimentos em gestão e preparação do pessoal”, afirma.
______________________________________________________________
SOBRE A GUNNEBO (http://www.gunnebo.com.br) 
Com sede na Suécia, e presente em 28 países, a Gunnebo destaca-se no Brasil como fornecedora de equipamentos de proteção eletrônica para o varejo (antenas, etiquetas, cadeados, CFTV e acessórios), além de ser uma referência em soluções de tecnologia para performance de loja (contadores de fluxo, cofres inteligentes, monitoramento de PDV e transferência de mercadorias) que contribuem para melhorar a gestão e os resultados das companhias da indústria e do varejo. A empresa, certificada com a ISO 9001 na categoria Produtos e Serviços, atende redes varejistas em todo o país, como Carrefour, GPA, Sonda, Atacadão, C&A, Riachuelo, Marisa, Lacoste, Giorgio Armani, Centauro, Kiabi, Raia Drogasil, Leroy Merlin, Lojas Americanas, Magazine Luiza, Coop, etc. 
_____________________________________________________________
 ASSESSORIA DE IMPRENSA DA GUNNEBO BRASIL 
Core Group (http://www.coregroup.com.br) 
Sandra Takata (sandra@coregroup.com.br) – Tel. (11) 2832-5507 
Helder Horikawa (helder@coregroup.com.br) – Tel. (11) 2832-5511 









Editorias: Ciência e Tecnologia  Negócios  Serviços  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Core Group  
Contato: Helder  
Telefone: 11-28325511-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype: helder.horikawa
MSN:
Twitter:
Facebook:
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.