E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Com a crise, brasileiros buscam mais informações financeiras na web
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Com mais de 1,5 milhão de visitantes únicos por mês, o portal Konkero – referência
em comparação de produtos financeiros e finanças pessoais no Brasil – teve um
aumento de 91% nos acessos no primeiro semestre de 2018 comparado com o mesmo período de 2015. Principal guia online de finanças pessoais, a plataforma traz orientações gratuitas e já auxiliou mais de 51 milhões de brasileiros. Na prática, a Konkero ajudou 4,6 milhões de brasileiros a negociarem dívidas; 2 milhões a entenderem melhor o uso do cartão de crédito; 2,2 milhões aprenderam a preencher cheque; e mais de 600 mil a compararem taxas de financiamento de carro.

São Paulo, 1º de outubro de 2018 – Negócio de impacto social destinado a oferecer, gratuitamente, informações de finanças pessoais e ferramentas para comparar produtos financeiros de forma isenta, a Konkero registrou um aumento de 91% dos acessos no primeiro semestre comparado com o mesmo período de 2015; no total, foram registrados mais de 7,5 milhões de consultas. Com a crise econômica e alta taxa de desemprego, os brasileiros têm buscado orientação na web para lidar com as dívidas e encontrar alternativas para renda extra. Há seis anos no ar, o portal http://www.konkero.com.br já auxiliou 51 milhões de brasileiros. Desses, 4,6 milhões aprenderam a negociar dívidas; 2 milhões passaram a entender melhor o uso do cartão de crédito; 2,2 foram capacitados para preenchimento de cheque; e mais de 600 mil passaram a comparar taxas de financiamento de carro.

O aumento no número de acessos na Konkero – associado à demanda por entender melhor os meandros das finanças pessoais – é reflexo do contexto socioeconômico. De acordo com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), o país nunca teve tantos inadimplentes. Em julho, o total de brasileiros com dívidas em atraso chegou a 63,4 milhões – o equivalente à população da Itália. Entre os que mais devem, 26,7% são os consumidores de menor renda; 10,8% têm renda superior a dez salários mínimos. Entre os principais tipos de dívida, destaca-se a água, luz e gás. Nos últimos 12 meses, a inadimplência no pagamento dessas contas subiu 7,6%; as dívidas bancárias (cheque especial, empréstimo e cartão de crédito) subiram 6,9%.

Na análise de Guilherme de Almeida Prado, fundador da Konkero, os primeiros anos da crise não alteraram o comportamento do brasileiro no lidar com dinheiro. Hoje, com um cenário incerto agravado pelo momento eleitoral há o início de uma alteração comportamental, ou seja, mais pessoas estão buscando informações para controlar os gastos e para aprender sobre o uso racional dos recursos financeiros. “O perfil das pessoas que acessam o portal é de 98% de brasileiros; usuários da internet; 57% são mulheres, sendo que 75% são das classes B e C. Quase a metade dos usuários (42%) têm entre 25 anos e 34 anos e acessa as informações pelo celular”, detalha. O empreendedor acrescenta que embora as pesquisas mostrem que a população de baixa renda represente grande parte dos endividados, a inadimplência tem crescido na alta renda. “Ao contrário do que se pensa, a falta de habilidade para lidar com dinheiro não é um privilégio da população mais pobre; os mais ricos e a classe média também não dominam o tema. É necessário mudar esse comportamento entre todas as faixas etárias”, defende.

De acordo com Almeida Prado, a constatação da falta de habilidade financeira de brasileiros de todas as classes sociais está expressa no estudo realizado pela Plano CDE e Centro de Estudos de Microfinanças e Inclusão Financeira-FGV – com o apoio do J.P. Morgan Chase Foundation. Essa análise identificou três perfis financeiros: os Planejados, os Desorganizados e os Conservadores. “Esses perfis distintos não têm a ver com renda, mas com hábitos comportamentais; na prática, os planejados, desorganizados e conservadores são encontrados tanto na classe média, quanto nas classes mais baixas”, analisa. A íntegra do estudo do Plano CDE pode ser acessada no link https://cemif.fgv.br/sites/cemif.fgv.br/files/planocde_fgv_jpmcf_segmentacaofinanceira.pdf

Mais informações para melhores decisões financeiras
Konkero significa “conquista” em esperanto – língua internacional baseada no latim, que foi criada para facilitar a comunicação entre pessoas do mundo inteiro. Na visão de Guilherme de Almeida Prado, as pessoas precisam ter bem claro as próprias conquistas para conseguirem fazer mudanças relevantes na vida financeira. Esta ideia inspirou a criação de um portal de finanças pessoais que se comunica com os brasileiros, de forma acessível, ajudando-os na conquista dos objetivos. Como o significado do nome, o portal compara de forma simples e isenta mais de mil tipos de produtos financeiros, auxiliando o leitor a tomar decisões de forma consciente, potencializando suas conquistas. Só em 2017, a Konkero teve mais de 15 milhões de acessos individuais, atingindo 12% dos usuários da internet no Brasil. O portal é formado por um time de especialistas apaixonados pela missão de transformar a vida financeira de milhões de brasileiros.

No conteúdo, a Konkero conta com informações sobre empréstimo pessoal, consórcio de imóvel, empréstimo com garantia de imóvel, financiamento de veículo, empréstimo com garantia de auto e tarifas e serviços de conta corrente. Nessas editorias, o internauta pode acessar conteúdos exclusivos e comparar taxas e serviços. Os tópicos de comparação são empréstimos (consignado INSS e público); empréstimo pessoal e pessoa jurídica; garantia de automóvel e de imóvel; cartão de crédito; máquina de cartão; programas de recompensa; anuidades; consórcio (caminhão, carro, imóvel, cirurgia e estética, serviços); financiamento (carro, educação, imóvel e moto); seguros (automóveis, corretoras, odontológico, saúde, viagem, vida); bancos (capitalização, cheque especial, conta corrente e poupança). A equipe produz conteúdos especiais temáticos sobre planos de saúde e saúde pública; dicas para melhorar as finanças a partir da informação e acesso a direitos e políticas públicas. São mais de 2.500 páginas de conteúdos divididas em diferentes seções: produtos financeiros (bancos, cartões, empréstimos, financiamentos, investimentos, seguros e consórcios) e finanças pessoais (ganhar dinheiro, economizar, seus direitos e negociar dívidas).

Segundo Guilherme de Almeida Prado, a empresa surgiu em 2012, pós-governo Lula e início da gestão de Dilma Rousseff – período em que a classe média e média baixa estavam com mais renda e mais acesso ao crédito. Mas isso, não necessariamente significava uma vida financeira melhor. “Milhões de pessoas estavam tendo acesso a produtos bancários pela primeira vez, mas os bancos não davam conta de explicar para esses clientes como usar os produtos. Foi para ajudar essas pessoas que surgiu a empresa. Com o tempo, acabamos percebendo que o conteúdo exclusivo ajudava todas as classes indistintamente. A Konkero parte do princípio de que com melhores informações se faz melhores escolhas. Todo o conteúdo é oferecido de forma gratuita, 24 horas por dia, pela internet”, salienta.

A Konkero foi responsável em 2017 pela geração de mais de 1,2 bilhão em propostas de serviços financeiros para seus parceiros.

Sobre o portal Konkero
Fundado por Guilherme de Almeida Prado em 2012, o portal Konkero (http://www.konkero.com.br) é referência em comparação de produtos financeiros e finanças pessoais com mais de 1,5 milhão de visitas por mês. A plataforma é totalmente gratuita e reúne, de maneira descomplicada, mais de duas mil páginas de conteúdo e dezenas de vídeos com dicas de finanças pessoais e explicações sobre produtos financeiros. No site, os internautas têm acesso a comparativos de centenas de serviços financeiros, realizados por uma equipe de curadoria que procura formas de comparar de maneira fácil e intuitiva produtos e serviços financeiros dos maiores bancos, seguradoras, financeiras e administradoras de consórcio do país. Sempre com o objetivo de ajudar o consumidor a fazer a melhor comparação antes de tomar a decisão de compra. A Konkero é um negócio de impacto social e foi selecionada para o relatório PNUD-ONU de negócios inclusivos, além de ter sido acelerada pela Artemisia. Em seis anos de atuação, a Konkero já auxiliou mais de 51 milhões de pessoas, tendo ajudado 4,6 milhões a negociar dívidas; 2 milhões a entender melhor o uso do cartão de crédito; 2,2 milhões aprenderam a preencher cheque; e mais de 600 mil a compararem taxas de financiamento de carro. http://www.konkero.com.br



MAIS INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA
Andréa Xavier andreaxavier3s@gmail.com
Cel: (11) 9 9299-2519

Betânia Lins betania.lins@gmail.com
Cel: (11) 9 7338-3879

Editorias: Economia  Educação  Feminina  Negócios  Sociedade  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Betânia Lins  
Contato: Betânia Lins  
Telefone: 11-9 7338387-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype: betanialins2
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.