E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   
Notícias de eventos culturais, lançamentos etc.



Pesquisa




Presidente do Divino Fogão disputa Dakar 2020
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Presidente do Divino Fogão disputa Dakar 2020
...

O fundador e presidente do Divino Fogão, Reinaldo Varela, ao lado do navegador Gustavo Gugelmin, estão participando da edição 2020 do Rally Dakar. O evento esportivo será disputado pela primeira vez na Arábia Saudita, já que nos últimos 10 anos foi realizado em países da América do Sul. A prova será de 05 a 17 de janeiro e terá no total 12 etapas, sendo todas elas em território árabe. A largada será feita em Jeddah e a chegada que premiará os grandes vencedores será em Qiddiyah. Neste ano, a dupla brasileira tem como objetivo subir ao pódio novamente. Entre os 557 competidores, 53 países serão representados no Dakar 2020.

Nas últimas edições do Dakar, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin conquistaram importantes posições no pódio, tendo o terceiro lugar em 2019 e o primeiro em 2018. Na disputa de 2020, serão 47 UTVs no percurso da prova que compreende, ao todo, 7.856 km, onde 5.097 km são de trecho cronometrado e 2.759 km de deslocamento. Para conseguir bons resultados em uma das categorias mais disputadas, a dupla participou de diferentes etapas do Mundial e também do Sertões, no ano de 2019, para que pudessem se preparar melhor e desenvolver o carro. Reinaldo e Gustavo têm contrato fechado com as marcas Monster Energy (fabricante de bebidas energéticas) e Can-Am (que produz o UTV utilizado pela dupla) até 2020.

“Neste ano, a organização do evento informou que 65% de todo o percurso do Dakar será feito em locais com areia. Isso é ótimo para nós, pois estamos acostumados a participar de provas deste tipo. Temos um carro com ótima qualidade, experiência em outras competições da mesma modalidade esportiva e competência para brigar pelas primeiras posições. Será uma corrida e tanto no rally mais difícil do mundo”, revela Reinaldo Varela, que é tricampeão mundial de rally cross-country.

Segundo ele, ganhar o Dakar em 2018 foi um feito histórico e que repercutiu em todo o mundo. “Eu sempre digo que demorei 36 anos e participei de 369 provas off-road para chegar ao título do Dakar, que é o mais desejado por todos os competidores. Completar o Dakar já é difícil, imaginem vencer. Agora, ainda mais experiente, Gustavo e eu temos chances reais de vitória, representando o Brasil nesta disputa”, ressaltou. Com 19 anos de off-road na bagagem, Gugelmin completou. “O apoio de cada um nos deu ainda mais força para buscar o título do Rally Dakar. A cada dia, enfrentamos muitas dificuldades e chegamos exaustos ao acampamento. O apoio dos brasileiros será o combustível extra para seguir em frente e acreditar sempre”, conclui o catarinense.

Editorias: Esportes  Negócios  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: DFreire  
Contato: Beatriz  
Telefone: 11-5505-8922-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.