E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Dia Nacional de Combate ao Fumo alerta a população sobre riscos gerados pelo tabagismo
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Hoje, dia 29 de agosto, é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Fumo. A data tem o objetivo de conscientizar a população sobre os danos causados pelo tabaco. Apesar da redução no número de fumantes no Brasil, ainda existe uma parcela da população que sofre com os males causados por esse mau hábito. De acordo com o estudo elaborado pela Divisão de Pesquisa Populacional do Instituto Nacional de Câncer (INCA), em 2018, foram registrados de mais de dois milhões de casos novos e mais de 1,7 milhão de óbitos por câncer de pulmão. Já em 2019, são estimados 31.270 casos novos da doença o Brasil.

O INCA destaca que grande parte desses casos poderiam ser evitados com a redução da prevalência de tabagismo. Para se ter uma ideia, um fumante inala, além da nicotina, mais de 7.000 substâncias tóxicas e dezenas de substâncias cancerígenas, o que pode trazer grandes riscos à saúde. Além dos males causados aos pulmões e a relação com o aparecimento de câncer, o tabagismo também é um dos vilões para a saúde cardiovascular.

Segundo o cardiologista Dr. Augusto Vilela, médico do Departamento de Cardiologia da Rede Mater Dei e Hospital Belo Horizonte, fumar aumenta os triglicerídeos, diminui a quantidade do colesterol HDL (colesterol bom), deixa o sangue mais viscoso e mais propenso a coagular, o que pode contribuir para o bloqueio do fluxo sanguíneo para o cérebro e coração. “O hábito de fumar só traz malefícios ao organismo da pessoa e contribui, significativamente, para o surgimento de doenças cardiovasculares graves. Para se ter uma ideia, as células que revestem os vasos sanguíneos são danificadas, a um aumento no acúmulo de placa de gordura nos vasos, além de causar um espessamento e estreitamento dos vasos sanguíneos”, explica.

O cardiologista reforça ainda que um único cigarro já está associado a esses danos. \"É importante lembrar que o fumante passivo também está exposto ao perigo. Por isso, é preciso conscientizar a população, principalmente os mais jovens, sobre os males do tabagismo e reforçar a importância da adoção de hábitos saudáveis e que fazem bem para o coração e a mente\".

Sobre o Dia Nacional de Combate ao Fumo

Criado em 1986, o Dia Nacional de Combate ao Fumo reforça as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população brasileira para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco. Em 2019, a proposta é continuar impulsionando o tema escolhido pela OMS para o Dia Mundial sem Tabaco (31 de maio): “Tabaco e Saúde Pulmonar – O Uso Do Narguilé”. Pretende-se, assim, alertar a população brasileira sobre os riscos de doenças pulmonares oriundas do consumo de tabaco e de seus produtos derivados, entre eles o narguilé.

Editorias: Saúde  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Gisiane Alves  
Contato: Gisiane Alves  
Telefone: --

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.