E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




4 dicas para não cair em armadilhas nas confraternizações de fim de ano
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Se você fala mal do chefe em happy hour, bebe em excesso na festa de fim de ano da empresa ou erra no presente do amigo secreto, saiba que sua carreira pode estar comprometida. De acordo com Lucas Oggiam, diretor da Michael Page e Page Personnel, parte do PageGroup, atitudes como estas podem manchar a reputação de um funcionário, mesmo que ele tenha um desempenho exemplar.

“Quem acha que essas ocasiões servem para extravasar ou fazer o que bem entende está completamente enganado. Essas celebrações não deixam de ser uma extensão do ambiente de trabalho. Por mais que tenham um caráter festivo, é importante que o funcionário entenda que essas comemorações servem para confraternizar e reunir a equipe de forma mais descontraída, menos formal, mas não deixa de ser uma reunião de trabalho. Tem muita gente que costuma confundir essas situações e acaba passando um pouco dos limites, muitas vezes excedendo na bebida alcoólica, com piadas inoportunas ou até mesmo fugindo desses encontros. Todas essas atitudes são malvistas pela liderança e impactam diretamente na avaliação de um funcionário”, explica o consultor.

De acordo com José Carlos Wahle, sócio da área Trabalhista do Veirano Advogados, a festa da empresa não é “Vegas” (o que acontece em Vegas, fica em Vegas). “Somos todos responsáveis pelas nossas ações, em qualquer lugar, mas a festa da empresa exige alguns cuidados adicionais. Ainda que o propósito seja confraternizar e celebrar o ano que passou num ambiente festivo e descontraído, não podemos nos esquecer que a dinâmica social do grupo é construída sobre relações profissionais que primam pelo respeito, coleguismo e cooperação. Condutas inadequadas na festa são passíveis de punição disciplinar”, diz. “Não seja o chato da festa que só fala de trabalho. É justo rememorar acontecimentos importantes e até pitorescos, mas não sequestre a festa fazendo reunião de trabalho. Além do ambiente não ser propício, você pode acabar comentando assuntos confidenciais ou restritos a um grupo de trabalho”, completa.



Veja como não terminar o ano com o “pé esquerdo”:

1- Beber em excesso

Tem gente que acredita que não há problema algum em “tomar umas a mais” em festas e celebrações da empresa. Para quem acredita que isto não é um complicador, engana-se completamente. “A festa de fim de ano da companhia é um momento de descontração, com certeza. As pessoas procuram celebrar as conquistas, planejar novos objetivos e rir de situações engraçadas. Mas nem por isso um colaborador pode achar que beber exageradamente é uma boa pedida para a ocasião. Uma atitude como essa pode causar até demissão, em alguns casos. Tem gente que se torna agressiva, inconveniente e desagradável. É prudente e recomendável ter cautela nessas ocasiões para que sua imagem não seja arranhada ou até mesmo destruída”, alerta Oggiam.

2- Falar mal de colaboradores no happy hour

É muito comum nessa época que áreas e departamentos de empresas agendem encontros festivos, especialmente em bares e restaurantes, para comemorar o fim de mais um ano de trabalho. Só que tem muita gente que aproveita a ocasião para “metralhar” colaboradores da empresa, sejam eles da mesma equipe, de outras áreas ou até mesmo superiores. “É preciso ter muito cuidado para não exceder limites. Se você está desconte com alguém na sua empresa, a melhor maneira de resolver esse problema é buscar o diálogo e conversar diretamente com essa pessoa. Tente guardar suas opiniões, ainda mais se forem negativas, de alguém que seja da sua empresa. Nem sempre o que enxergamos de alguém pode ser a mesma avaliação que outros fazem dela. É preciso ter cuidado ao moldar um estereótipo ou imagem de uma pessoa. Você pode estar caindo em uma enrascada e ser a laranja podre da vez. Procure mais discrição e menos polêmica”, orienta.


3 – Dar um “presente de grego”

Quer situação mais constrangedora do que aquela em que é nítido o constrangimento ou insatisfação da pessoa com o presente recebido no amigo secreto? “A falta de sensibilidade, carinho ou atenção acabam acontecendo até com uma certa frequência. Procure informações sobre a pessoa que você presenteará. Caso não consiga dados sobre ela, o melhor é não arriscar: adote discrição e presenteie com opções tradicionais. Outra dica é que não se deve dar presente para apenas uma pessoa. Se você for chefe, presenteie igualmente a todos com o mesmo valor. Se for oferecer um presente para seu superior, nada de valores expressivos. Isso pode evitar grandes desconfortos”, aconselha Oggiam.


4 – Bom senso na vestimenta

Camiseta de academia, saia extremamente curta, camisa cavada. O traje que um funcionário usa em reuniões de fim de ano acaba impactando diretamente na imagem dele, ainda mais se esse tipo de vestimenta for uma novidade justamente nessa ocasião. “É preciso ter muita cautela e discernimento na hora em que você vai se apresentar socialmente. É claro que essa regra varia de acordo com o perfil da empresa, mas espera-se sempre que aquela pessoa seja ela mesma em qualquer ocasião em que esteja interagindo profissionalmente. Tem gente que passa o ano inteiro com roupa social e aí aparece na festa com um traje que não condiz com a imagem apresentada durante o ano. Use o bom senso a seu favor e procure não exagerar na escolha das roupas”, pondera.


Sobre a Michael Page
A Michael Page é um dos maiores players mundiais em recrutamento especializado. Fundada na Inglaterra em 1976, é especializada em recrutar candidatos em middle e top management, em todo o mundo, sendo a consultoria de recrutamento líder e pioneira na América Latina. Atualmente possui mais de 5.400 colaboradores em 36 países.

INFORMAÇÕES DE IMPRENSA
Conteúdo Comunicação
Ricardo Morato (ricardo.morato@conteudonet.com)
Tel. (11) 5056-9844/ Cel. (11) 98799-5868

Diogo Cardoso (diogo.cardoso@conteudonet.com )
Tel. (11) 5056– 9823 / 55 11 97655-2024

Editorias: Economia  Industria  Negócios  Recursos Humanos  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Ricardo Morato  
Contato: Ricardo Morato  
Telefone: --

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.