Santistas André e Paula Azenha, produtores do Santos Film Fest, entre os finalistas do Prêmio Governador do Estado de São Paulo
Paula Azenha, André Azenha e o cineasta Wagner de Assis ao centro, homenageado do festival em 2022

*Santistas André e Paula Azenha, produtores do Santos Film Fest, entre os finalistas do Prêmio Governador do Estado de São Paulo*

Santos, SP – 1º de dezembro de 2023 – André Azenha e Paula Azenha, produtores culturais e idealizadores do Santos Film Fest - Festival de Cinema de Santos, foram nomeados entre os cinco finalistas na categoria Audiovisual do Prêmio Governador do Estado de São Paulo, promovido pela Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas.

"A notícia da nossa indicação para o Prêmio Governador do Estado nos enche de alegria e orgulho. É o reconhecimento do esforço e paixão que dedicamos ao Santos Film Fest, um festival que nasceu de maneira independente, com o objetivo de oferecer uma programação ampla, de curtas e longas, e o cinema como ferramenta de transformação, educação", comenta André Azenha.

A cerimônia de premiação está agendada para o dia 12 de dezembro, no Palácio dos Bandeirantes, onde os vencedores de cada categoria receberão R$ 35 mil, além de um troféu exclusivo confeccionado para o Prêmio. Este prestigiado evento reconhece e homenageia as realizações culturais que se destacaram ao longo de 2022 no estado de SP.

O processo de seleção envolveu etapas criteriosas, com comissões especializadas indicando realizações de destaque, culminando na escolha dos finalistas pela Secretaria da Cultura e pelo Presidente do Conselho Estadual da Cultura, Economia e Indústria Criativas.

"É emocionante fazer parte desse grupo seleto de finalistas. O Santos Film Fest é um projeto que amamos, e ver seu impacto sendo reconhecido dessa forma é incrível. E esse reconhecimento vem em momento oportuno já que ano que vem teremos a décima edição", acrescenta Paula Azenha.

O Santos Film Fest, reconhecido por sua contribuição significativa ao cenário cinematográfico, posiciona André e Paula Azenha como representantes exemplares do talento e dedicação à cultura em São Paulo.

Ainda este ano, o Santos Film Fest foi o único evento de audiovisual da região contemplado na Lei Paulo Gustavo estadual.

"Estamos ansiosos para a cerimônia e, independente do resultado, essa indicação já é uma vitória para todos que fazem parte do Santos Film Fest e para a cultura em nossa região. Estar ao lado de projetos que admiramos é gratificante", conclui André Azenha.

Sobre o Prêmio Governador do Estado de São Paulo:
Instituído em 1950, o Prêmio Governador do Estado de São Paulo é uma tradição que reconhece e celebra anualmente as realizações notáveis no cenário cultural do estado. Com 13 categorias, o prêmio destaca contribuições em diversas áreas, desde Audiovisual até Iniciativas Culturais no Terceiro Setor e Setor Público.

Os indicados:

AUDIOVISUAL

- André Azenha e Paula Azenha, pelo Santos Film Fest
- Carlos Papá, pelos documentários de divulgação da cultura Guarani
- Lina Chamie, pelo filme “Kobra Auto Retrato”
- Sara Silveira, pelo filme “Sonhos de Viagem”
- Renata de Almeida, pela Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

*Sobre o Santos Film Fest*

Realizado com sucesso em 2014 e 2015, ainda como Mostra Cine Brasil Cidadania, reunindo filmes de longa-metragem brasileiros contemporâneos inéditos na Baixada Santista, a partir de 2016, com a inclusão de produções estrangeiras e a necessidade de atender à demanda e aumentar a programação, passou a se chamar Santos Film Fest – Festival de Cinema de Santos.
Nestes anos, exibiu cerca de 700 filmes, nacionais e estrangeiros, promoveu mais de 130 atividades formativas gratuitas entre bate-papos, oficinas e masterclasses, além de exposições, lançamentos de livros e apresentações musicais com artistas regionais, envolvendo mais de 500 profissionais das mais diversas áreas culturais.
O Santos Film Fest vem ressaltando a importância da representatividade, com filmes e presenças de artistas negros, LGBTQIA+, mulheres. Com objetivos de ser uma vitrine para a produção audiovisual da Baixada Santista, colocar estes cineastas em contato com cineastas de outras cidades, estados e até países, fortalecer o intercâmbio cultural, preservar a memória cinematográfica, a formação de público para o cinema e a cultura como um todo, o caráter educativo e turístico da cultura, e o acesso público a bens culturais, o Santos Film Fest tem se caracterizado pelo caráter itinerante, levando sessões e atividades a áreas em situação de vulnerabilidade social de Santos, escolas públicas, bem como levando crianças de creches e escolas públicas ao Cine Roxy, e promovendo cinema azul, sessões voltadas a crianças PCD, em parceria com o grupo Inclusão Para Todos.
Tem feito parcerias com consulados do Canadá, França (com a Cinemateca Francesa também), Suécia e distribuidoras como Paris Filmes, Vitrine Filmes, Imagem Filmes, Elo, etc. Nas duas últimas edições recebeu inscrições de filmes de países como Portugal, Colômbia, Costa Rica, Argentina, Uruguai, sendo o primeiro festival do litoral paulista a contar com mostra internacional.


Em 2016 realizou o primeiro evento da região com exibição de curtas e longas-metragens em diversos espaços da cidade. Homenageados, exposições, bate-papos com profissionais da área e virada cinematográfica já integraram a programação gratuita.
Em 2017 a programação de filmes foi duplicada. A abertura contou com orquestra sinfônica tocando trilhas de filmes. Mais espaços puderam ser ocupados com a programação. Atividades formativas, apresentações artísticas, profissionais convidados, exposições e virada cinematográficas permaneceram no evento devido ao bom público da edição anterior.
Em 2018, estabeleceu parceria com cidades criativas da Unesco e teve como um dos temas os 17 objetivos sustentáveis da Agenda 2030 da ONU.
Em 2019, iniciou uma parceria com a Mauricio de Sousa Produções, com um Cantinho da Leitura reunindo mais de 1500 gibis que depois do festival foram doados para creches da região – parceria esta que tem se repetido em sessões natalinas e filantrópicas.
O SFF foi o primeiro festival a realizar e manter uma mostra competitiva de longas, no estado de São Paulo, fora da capital e o primeiro da Baixada Santista a tratar dos 17 objetivos sustentáveis da ONU.
Em 2020 e 2021 foram realizadas 3 edições virtuais, reunindo centenas de produções que foram vistas nos cinco continentes. A primeira de 2021, por sinal, foi voltada só a filmes dirigidos ou produzidos por mulheres, com mais de 70 produções.
Em 2022 o festival voltou ao presencial com sucesso, com sessões ao ar livre, na Praça do BNH, em creches, ONGs, escolas públicas, programação formativa, palestra online com o roteirista premiado Bráulio Mantovani, e diversas atrações.
Em 2023, o festival aconteceu de 20 a 28 de junho, em diversos espaços da cidade, inclusive o Morro da Nova Cintra, na Lagoa da Saudade, e Caruara, na área continental. Homenageou Paulo Miklos, Tamirys O'Hanna, etc.

Editorias: Cultura e Lazer  
Tipo: Pauta  Data Publicação: 01/12/23
Tags:
Informações para contato
Empresa: CineZen  
Contato: André Azenha  
Telefone: 13-33072838-

E-mail: editor.cinezencultural@gmail.com
Skype:
MSN: