Descarte consciente de eletrodomésticos: um compromisso com o meio ambiente e a sociedade
Divulgação

No cenário contemporâneo, os produtos eletrodomésticos desempenham um papel crucial, proporcionando conforto e eficiência nas tarefas diárias. Contudo, quando chega o momento de substituí-los, uma parcela da sociedade não reconhece a importância de um descarte responsável. Tendo em vista que muitos desses produtos podem abrigar substâncias nocivas em seus componentes, estes representam um perigo para o meio ambiente e para a saúde humana quando descartados de forma imprópria. Além disso, contêm materiais recicláveis que, se não forem tratados adequadamente, resultam em perda de recursos naturais.
No âmbito da discussão sobre o descarte correto de eletrodomésticos, é decisivo destacar a importância da reciclagem como uma medida eficaz para mitigar os danos ambientais. Os eletrodomésticos, inseridos na linha branca por exemplo, como geladeiras, refrigeradores e ar-condicionado, demandam processos específicos de reciclagem devido aos materiais e substâncias presentes em sua composição.
Para exemplificar, as geladeiras, tão comuns em nossas casas, contêm materiais que podem ser recicláveis, mas também fluidos refrigerantes e óleos que são prejudiciais ao meio ambiente, se não forem tratados corretamente. O processo de reciclagem desse tipo de equipamento compreende etapas específicas. Inicialmente, o fluido refrigerante é retirado do compressor da geladeira e posteriormente a geladeira é triturada, separando os materiais, assim como os gases que estão contidos no sistema de isolamento térmico. Uma vez retirados os gases esses na sequência, passam por um tratamento térmico que os destroem gerando uma solução levemente ácida, passível de ser aproveitada pela indústria química. Por fim, os materiais que podem ser reutilizados, como por exemplo, ferro, cobre, alumínio, entre outros, são separados e encaminhados para empresas especializadas.
A implementação de práticas de descarte adequado de eletrodomésticos torna-se ainda mais relevante diante da urgência em preservar o meio ambiente e a saúde humana. Programas de reciclagem, pontos de recebimento especializados e parcerias entre governos, organizações e fabricantes são fundamentais para direcionar esses itens para locais apropriados, onde podem ser desmontados e processados de maneira ambientalmente correta.
A conscientização da população desempenha um papel essencial na disseminação do descarte seguro. Educar os consumidores sobre os perigos do descarte inadequado e informá-los das opções disponíveis pode incentivar práticas mais responsáveis. Nesse sentido, as empresas também têm uma responsabilidade significativa neste sistema, comprometidas em criar produtos com consciência ambiental.
Portanto, o descarte correto de eletrodomésticos é uma questão que envolve diversos setores, desde os fabricantes até os consumidores finais, para que, em conjunto, busquem garantir um futuro mais limpo e saudável para as gerações futuras. A responsabilidade individual e coletiva torna-se, assim, uma peça-chave na construção de um ambiente sustentável e na promoção da qualidade de vida para todos.
*Nilson Maestro é presidente da ABREE – Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos.

Editorias: Ecologia e Meio ambiente  
Tipo: Pauta  Data Publicação: 04/12/23
Tags:
Informações para contato
Empresa: Singular Comunicação de Resultados  
Contato: Janaina Leme  
Telefone: 11-50917838-

E-mail: jleme@singcomunica.com.br
Skype:
MSN: