E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




6 benefícios do consórcio para abrir empresa
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Brasileiro gosta de empreender por, pelo menos, três motivos: realização de um sonho, ter renda extra e por não gostar da ideia de trabalhar para outra pessoa. Com a pandemia, podemos colocar um quarto item nesse ranking: a necessidade de trabalhar por ter perdido o emprego durante a crise e se reinventar foi, e é ainda, uma questão de sobrevivência.

Prova disso é que de acordo com o relatório Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2020, quase 83% dos empreendedores nascentes na pandemia afirmam que a motivação para iniciar o empreendimento foi a de ganhar a vida porque os empregos são escassos. Isso fez a taxa de empreendedorismo por necessidade dobrar em relação ao ano anterior e chegar a 53,9%, perdendo apenas para o índice registrado em 2002.

Contudo, um fator limitante, muitas vezes, é conseguir os recursos necessários para tirar os planos do papel, o que faz que nem sempre seja uma tarefa fácil. Por outro lado, as opções de compra parcelada, como financiamento, deixam a desejar por suas altas taxas de juros, tornando-se um desafio gigantesco para muitos gestores.

Uma maneira de abrir o próprio negócio de forma planejada é o consórcio. Confira as seis dicas da Lorelay Lopes, head de Negócios do UP Consórcios, fintech da Embracon, de como o recurso pode ajudar a realizar esse sonho:

1. Negociação flexível para abrir empresa - A flexibilidade do consórcio, bem como o baixo nível de burocracias, são fatores que favorecem os empreendedores brasileiros. Por exemplo, os que querem comprar um imóvel comercial. O consórcio permite que parte do valor da carta de crédito possa ser usada no pagamento de materiais e de mão de obra para reformas no espaço, que certamente podem acontecer. Além disso, é possível usar parte dos recursos adquiridos no consórcio para cobrir custos com o processo de escrituração e o pagamento de impostos, como o Imposto sobre a Transmissão de Bens e Imóveis (ITBI);

2. Carta de crédito para abrir empresa - No consórcio, a carta de crédito é considerada um pagamento à vista, assim, para quem quer abrir empresa, tem a enorme vantagem do poder de negociação na hora de procurar, por exemplo, pelo imóvel comercial ideal para concretizar os planos. A versatilidade do consórcio torna tudo mais fácil, e assim o empreendedor poderá escolher a melhor maneira de aplicar seus recursos, seja na compra de um bem imobiliário ou na formação de capital de giro para a empresa;

3. Parcelas facilitadas - Criar um patrimônio é um processo que deve ser feito passo a passo. Nesse sentido, o consórcio é um facilitador que oferece a possibilidade de construir esse patrimônio a médio e longo prazos por meio do pagamento de parcelas flexíveis. Esse é um diferencial em relação às parcelas de um financiamento, onde os juros costumam dificultar a construção de um patrimônio. A matemática é simples: quem compra , por exemplo, o primeiro imóvel, pagando três imóveis ao banco, deixa de comprar dois. E pagar altos juros está fora de cogitação para quem quer começar a construir seu patrimônio;

4. Custos mais baixos para bens de grande valor - Bens de grande valor são, sobretudo, casas, apartamentos, terrenos, carros, que, sem dúvida, constituem a base de todo patrimônio. Um imóvel pode se tornar parte integrante do seu patrimônio a custos bem mais baixos do que um financiamento ou uma compra à vista pode oferecer. No momento, a compra de imóveis à vista é algo mais raro, acontecendo com mais frequência somente quando tratamos de uma troca de imóvel com uma pequena diferença de valor. De modo geral, para o restante da população, a solução é o financiamento ou o consórcio. Sabemos que os custos de um financiamento nem sempre são compatíveis com a renda do brasileiro (basta considerar outros compromissos financeiros). Independentemente do sistema de amortização escolhido (SAC, Price, SAM), os custos do consórcio serão bem menores. O motivo está diante da realidade de que o máximo que o consórcio cobra é a taxa de administração, diluída ao longo de todo o prazo do plano.

5. Segurança - O consórcio é um investimento regulamentado pelo Banco Central e é importante certificar-se de que a administradora está credenciada ao órgão para realizar o negócio. Devido à desvalorização da poupança, o consórcio tornou-se a maneira mais segura de poupar. O dinheiro fica guardado durante todo o processo, passa por reajustes e, ao final, o consorciado recebe sua recompensa na forma do bem almejado. Outra questão a considerar é que a carta contemplada, porém não utilizada, fica em um fundo de investimento de curto prazo, oferecendo rendimentos mensais.

6. Flexibilidade - Não há burocracia no momento da adesão. Durante o período de consórcio, você poderá até trocar de carta de crédito: caso sinta que as parcelas pesam demais em seu orçamento, a opção é uma carta de crédito mais barata, podendo até vendê-la para outro consorciado ou pessoa interessada. Após ser contemplado, você poderá escolher o bem que quiser dentro da categoria do grupo escolhido (imóvel ou veículo), optar por um modelo mais barato de carro ou mais caro (completando a diferença); ou, outra opção, comprar outro tipo de veículo no lugar de um carro. Da mesma maneira, com o consórcio de imóvel: poderá comprar casa, apartamento, terreno ou chácara, em qualquer local que escolher.

“São muitas as opções do consórcio para estruturar um negócio, como comprar um imóvel para sair do aluguel, construir e fazer reformas, adquirir um veículo ou frota, comprar máquinas e equipamentos, entre outras. Por isso, é importante planejamento e não ter medo de dar o primeiro passo rumo ao negócio de sucesso”, diz Lorelay.

Editorias: Economia  Negócios  Serviços  Recursos Humanos  Sociedade  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: OLIVER PRESS  
Contato: Graziela Cristina da Silva  
Telefone: --

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.