E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Startup Aquavale recebe apoio do governo de São Paulo para crescer no Vale do Ribeira
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Transformar o Vale do Ribeira em um grande centro de piscicultura através do conhecimento acadêmico aplicado na prática, com esse sonho Woshinghton Gervaz fundou a empresa AquaVale em 2018. Graduado em engenharia da pesca pela Unesp de Registro e mestrando pelo Centro de Aquicultura da Unesp em Jaboticabal, Gervaz desenvolveu um modelo de criação de tilápias 100% sustentável.

Em busca de financiamento para a construção da estrutura de criação de alevinos que serão fornecidos para piscicultores de diversas regiões do Brasil, Gervaz entrou em contato com a InvestSP, que verificou a viabilidade do projeto e o encaminhou para a DesenvolveSP, o banco do empreendedor paulista.

A Aquavale teve um financiamento aprovado e irá investir R$ 1,4 milhão, em Registro, para montar a estrutura de aproximadamente 5.000 m² com 68 tanques de recirculação de água, onde será possível produzir 5 milhões de alevinos de tilápia por mês. O local utilizará apenas energia de autogeração solar pra o seu funcionamento.

Para Gervaz, o Vale do Ribeira tem potencial para ser o maior produtor de tilápias do Brasil. “A região tem o que é necessário para produzir peixes em grande quantidade e alta qualidade. Temos água rica e abundante, o clima quente é o ideal para a produção e existem 260 hectares de lâminas d´água que estão disponíveis para a produção de peixes”, disse ele.

O presidente da InvestSP, Wilson Mello, acredita que o projeto da Aquavale está em linha com o atual momento da economia e serve de inspiração para outros empreendedores. “Queremos que mais empreendedores do Vale do Ribeira e de todo o estado sigam o exemplo da AquaVale. Um projeto de investimento que concilia a utilização de recursos naturais da região, com a aplicação de conhecimentos técnicos para que a atividade seja sustentável, produzindo com alta qualidade e baixo impacto ambiental”, concluiu Mello.

Sustentabilidade

Gervaz desenvolveu um método de criação de peixes 100% sustentável. Os tanques de água são enchidos apenas uma vez, depois ela passa a circular em um sistema fechado e assim não há necessidade de se retirar mais água da bacia hidrográfica. No modelo desenvolvido pela Aquavale, o material orgânico que fica na água dos tanques é usado na produção de hortaliças, que limpam a água e a devolvem para a criação de peixes.

A empresa presta consultoria aos criadores que desejam implementar o método em suas propriedades e fornecerá os alevinos supermachos YY que são obtidos usando a técnica de reversão cromossômica. A técnica garante que todos os alevinos sejam machos, o que é mais vantajoso para os criadores, pois os machos da tilápia têm tempo de engorda menor do que o das fêmeas.

A reversão cromossômica já é uma técnica conhecida e mais ecológica do que a reversão hormonal. Enquanto a técnica cromossômica utiliza mudanças bruscas de temperatura ou pressão para seleção sexual a técnica hormonal é baseada no fornecimento de estrógenos ou andrógenos na alimentação, o que faz com que a água dos tanques tenha uma concentração de hormônios não usual.

O modelo oferecido pela a empresa prevê o uso de energia solar para o funcionamento do complexo de criação de peixes, tornando-o ainda mais amigável ao meio ambiente.

Editorias:   Animais  Ecologia e Meio ambiente  Economia  Industria  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: InvestSP  
Contato: Francisco Rosa  
Telefone: 11-31000330-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.