E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Saúde Feminina em foco: Dia 28 de maio chama a atenção da sociedade para os diversos problemas de saúde e distúrbios comuns na vida das mulheres
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Saúde Feminina em foco: Dia 28 de maio chama a atenção da sociedade para os diversos problemas de saúde e distúrbios comuns na vida das mulheres
...

*Dra. Karen Ortiz, ginecologista do Trasmontano Saúde

Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher, 28 de maio busca a conscientização sobre problemas de saúde comuns na população feminina. Endometriose, câncer de mama, câncer do colo do útero, fibromialgia, infecção urinária, depressão e obesidade estão entre as principais doenças que afetam esse público, de acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Isso porque, diariamente, milhares de mulheres são afetadas por alguma doença ou distúrbio, o que pode estar ligado ao estresse e à sobrecarga de funções, além de fatores genéticos e estilo de vida.

Entre as neoplasias, o câncer de mama é o segundo tipo mais comum entre as mulheres, perdendo apenas para o de pele não melanoma, e corresponde a 28% dos casos novos de câncer, de acordo com o Ministério da Saúde. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), são previstos 66.280 novos casos de câncer de mama e 16.590 novos casos de câncer no colo do útero para 2020.

No caso de depressão, as mulheres têm o dobro de chances de apresentar o diagnóstico (ou desenvolver a doença) em relação aos homens, isso devido à maior exposição às oscilações hormonais, como ocorre na gravidez, menopausa e no período menstrual. Além disso, inúmeros outros fatores podem contribuir para o aumento dos casos de depressão e ansiedade entre a população feminina, como a desigualdade social, a jornada dupla, e o assédio moral e sexual.

A atenção e cuidados com a saúde da mulher são de grande importância, e para isso, desde 2004, o Sistema Único de Saúde (SUS) conta com a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM), que consolidou o conceito de que este cuidado não está ligado apenas a questão reprodutiva, mas sim a diversos aspectos socioculturais que afetam milhões de mulheres.

Ainda de acordo com os princípios e diretrizes da PNAISM, os hábitos de vida não saudáveis e o estresse contribuem para que as doenças crônico-degenerativas estejam entre as principais causas de morte na população feminina.

Por isso, dia 28 de maio se torna um dia tão importante. Ainda existem muitas mulheres marginalizadas devido a todo o contexto no qual nossa sociedade foi construída, e precisamos lutar pela saúde física, mental e emocional de todas. Elas têm esse direito!

Editorias: Saúde  
Tipo: Artigo  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Renata da Silva Monteiro  
Contato: Renata da Silva Monteiro  
Telefone: --

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.