E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




ABSpk lança Manual de Inspeção, Teste e Manutenção do Sistema de Sprinklers em webinar especial
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

No último dia 8, a Associação Brasileira de Sprinklers (ABSpk) lançou em um webinar, o Manual de Inspeção, Teste e Manutenção do Sistema de Sprinklers. O tema é de extrema importância e interesse dos profissionais que trabalham na área e ocupam edificações comerciais e industriais. A apresentação contou com 291 expectadores entre associados e profissionais da construção civil e segue disponível no site da associação (http://abspk.org.br/manual-itm/##inscreva-se).

O Manual é fruto de um trabalho feito pela ABSpk em 2018, através de 6 meses de inspeções em 10 empreendimentos, sendo 5 edifícios corporativos e 5 galpões logísticos. “Através destas inspeções, percebemos um nível extremamente insatisfatório no que se refere à ITM. O ponto mais importante que observamos é que os operadores responsáveis pelas edificações eram carentes de um roteiro a seguir, para que se pudesse manter as condições ideais para o funcionamento do sistema de sprinklers”, afirma José Carlos Paiva, Gerente Executivo da ABSpk.

O Manual de ITM é baseado na NFPA 25, cujo objetivo principal é informar a todos os interessados e responsáveis (proprietários, administradores e inquilinos) quais são as medidas mínimas de ITM para que um sistema de sprinklers, em caso de incêndio, funcione adequadamente.

Com a participação de Diana de Araujo, Engenheira Civil, sócia da Tecfire Engenharia de Incêndio Ltda e Associada fundadora da ABSPK, o webinar destacou a importância da ITM por meio de uma analogia a um automóvel, que necessita ser abastecido, ter pneus calibrados, ter o nível de óleo verificado, entre outros cuidados. No ato da compra, ele vem com um manual, que indica, em função da quilometragem ou vida útil, o momento adequado de se realizar uma revisão. Se não tomarmos esses cuidados mínimos, o automóvel terá seu funcionamento comprometido e os problemas apresentados podem ser irreversíveis.

Da mesma forma, mas com consequências mais graves, a falta de manutenção em um sistema de sprinklers, pode ser diretamente responsável por incêndios de dimensões catastróficas, envolvendo perda de vidas e patrimônios.

Partindo do princípio de que os projetos e instalações estão adequados, o conteúdo do manual é composto de 7 itens essenciais para o bom funcionamento do sistema. São eles:

1 - Procedimentos de inspeção, com destaque a 3 programas*:
1.1 - Programa de inspeção, teste e manutenção;
1.2 - Programa de etiquetagem para identificação e
1.3 – Programa de gestão de mudanças.

*O manual explica detalhadamente cada um dos programas.

2 – Reservatório do sistema de incêndio: neste item são informados todos os cuidados e verificações necessárias. Por analogia, o reservatório de incêndio é comparado ao pulmão do ser humano. Sem respirar, a pessoa morre. Sem água, o sprinkler não pode funcionar.

3 – Bombas de incêndio. Aqui a analogia foi ao coração humano. As bombas são a parte principal de um sistema de sprinklers. Sem elas, nada pode funcionar. Como há bombas elétrica e a diesel, destacamos os cuidados necessários com os dois tipos, além da periodicidade de seus acionamentos. Também neste item são destacados os cuidados do espaço onde as bombas estão instaladas: a casa de bombas – quem deve ter acesso, como é o acesso, etc.

Vale lembrar que durante as inspeções realizadas, a ABSpk observou mais de um empreendimento com a bomba inoperante e isso perdurou pelos 6 meses de inspeção.
Tão ruim quanto não ter um sistema de combate automático é ter uma falsa sensação de segurança, que é o caso dos empreendimentos com bombas inoperantes.

4 – Sinalizações e alarmes
Este item trata das sinalizações e alarmes específicos dos painéis das bombas. Por norma, temos uma série de sinais obrigatórios no painel, como bomba em funcionamento ou desligada, bomba em modo manual, falhas no sistema, falta de fase na bomba elétrica e falha de baterias na bomba diesel.

Estes sinais nos painéis não foram encontrados na maioria dos painéis vistoriados no projeto de 2018.

5 – Válvulas.
O webinar lembrou que uma única válvula fechada pode deixar todo sistema inoperante e, por isso, é importantíssimo se fazer a inspeção semanal de todas as válvulas do empreendimento e se adotar o programa de etiquetagem nas mesmas, quando em manutenção.

6 – Condições gerais de sprinklers e tubulação.
Neste tópico, o Manual sugere inspeções mensais nos sprinklers e tubulação da rede de sprinklers para se verificar o estado e condições deles.

7 – Impactos da falta de energia.
Destaca-se aqui a necessidade de a bomba elétrica estar ligada antes da entrada geral de energia ou estar ligada ao gerador. Além disso, o empreendimento deve garantir a evacuação segura dos ocupantes da edificação.

Após a descrição dos 7 itens fundamentais acima, o Manual apresenta um resumo das inspeções e periodicidade de cada uma. Ao final, o material traz um checklist destacável, para facilitar o trabalho dos profissionais em futuras visitas de inspeção, sabendo que, caso uma das respostas do checklist seja negativa, ele deve procurar um especialista para solução do problema.

A ABSPK reforça que este manual não isenta uma manutenção completa dos sistemas. Apenas orienta e direciona os responsáveis na hora de saber as possíveis falhas que o sistema possa apresentar.

Após a apresentação, o evento contou com um momento para perguntas, cujas respostas estarão disponíveis, em breve, no site da ABSPK. Também no site , está disponível o link para download do manual.

Editorias: Construção e Arquitetura  Serviços  Seguro e Previdência  Sociedade  
Tipo: Artigo  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Renata da Silva Monteiro  
Contato: Renata da Silva Monteiro  
Telefone: --

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.