E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   
Notícias de eventos culturais, lançamentos etc.



Pesquisa




Sotipa sob novo comando
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Dr. Rafael Deucher (Crédito Rafael Danielewicz)
Dr. Rafael Deucher (Crédito Rafael Danielewicz)

A Sociedade de Terapia Intensiva do Paraná (Sotipa) acaba de eleger novo presidente. Durante o biênio 2020-2021 a sociedade será comanda pelo médico intensivista Dr. Rafael Deucher, que é coordenador das UTIs do Hospital VITA Batel, em Curitiba.

“É a realização de um sonho, uma grande honra representar a Sociedade de Medicina Intensiva aqui no Paraná”, celebra Ducher. Ele revela que tem como objetivo difundir cada vez mais a prática e desmistificar a UTI. “É necessário mudar a forma com que a sociedade percebe a UTI”, ressalta. Segundo ele, é preciso mostrar para a população as boas práticas médicas e fazer com que as pessoas relatem casos pessoais, de familiares, amigos e conhecidos que passaram por experiências positivas em UTI.

Deucher, explica que as pessoas ainda associam a UTI a um ambiente terminal porque até uns 15 anos atrás a cultura era de que os pacientes encaminhados à UTI estavam em fase terminal e não devido à necessidade de monitoramento. “Hoje sabemos que quanto mais precoce for o internamento na UTI o desfecho será o melhor. Além disso, nesses últimos anos a especialidade da medicina intensiva se fortaleceu no Brasil, há 20 anos não tínhamos uma medicina intensiva tão bem estabelecida e fortalecida”, destaca o intensivista.

De acordo com ele, antigamente a UTI era vista como um lugar de morte e hoje é um local que expressa vida, quem é encaminhado à UTI tem chance de viver. “Se o paciente não tiver nenhuma perspectiva de vida, muito provavelmente ele nem será encaminhado à UTI”, ressalta o novo presidente da Sotipa.

Sobre a Sociedade de Terapia Intensiva do Paraná - Criada em março de 1981, a Sotipa tem a finalidade de reunir indivíduos e instituições paranaenses ligadas à medicina intensiva, assim como promover o desenvolvimento científico, didático e operacional para melhoria da qualidade do atendimento prestado ao paciente grave; divulgar, entre leigos, a finalidade e propósitos das terapias intensivas e zelar pela proteção dos direitos dos doentes graves.

Editorias: Saúde  Sociedade  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: CS Comunicação  
Contato: Cristina Sorio  
Telefone: 41--

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype: cristina_sorio
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.