E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Instituto Magnus entrega seis cães-guia a pessoas com deficiência visual
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Instituto Magnus entrega seis cães-guia a pessoas com deficiência visual
...

Encontro aconteceu na última semana, agora as duplas estão em treinamento final para juntos enxergarem novos caminhos

São Paulo, agosto de 2019 – O Instituto Magnus – iniciativa sem fins lucrativos, especializada no treinamento de futuros cães-guia – gerido pela Adimax Pet e localizado em Salto de Pirapora (SP), entregou no último dia 19 de agosto, seis cães treinados às pessoas com deficiência visual que estavam cadastradas no programa. Esta é a segunda entrega do ano, que até o momento soma 12 duplas – cães-guia e pessoas com deficiência visual.



De acordo com Thiago Pereira, gerente geral do Instituto Magnus, a meta estabelecida no começo do ano, de entregarem 12 cães foi atingida. “Já formamos 12 duplas e temos mais alguns cães que estão para retornar da socialização, ainda este ano. Pretendemos entregar mais 03 cães treinados até dezembro”.



Ainda segundo Thiago Pereira, a prioridade do Instituto Magnus é a excelência, tanto pela qualidade do treinamento, quanto pelo bem-estar do animal. “Hoje temos em média 200 cães-guias em atividade no país, diante de 6,5 milhões de pessoas com deficiência. Ainda estamos caminhando nesse sentido, mas a cada novo cão entregue, sentimos que estamos contribuindo muito para satisfazer essa necessidade”.



Depoimentos de quem recebeu um cão-guia

 

Rafael Fortes Braz, instrutor de formação profissional na área de gestão, perdeu a visão devido a uma doença degenerativa. Ele acabou de receber seu segundo cão-guia e fala sobre esse “milagre”.  “Tive um cão-guia que acabou de se aposentar, para que ele pudesse curtir com saúde sua aposentadoria, então, por isso, acabei recebendo muito rápido meu novo companheiro. É tão difícil conseguir o primeiro, então me sinto privilegiado e com a responsabilidade de dar atenção aos dois. O cão-guia me trouxe autoconfiança e cumplicidade, assim como confio nele, ele confia em mim, para que cuide dele. A vida muda muito com o cão-guia, para melhor, ele é muito dos meus olhos”, conta.



Nelson Rodoveri Júnior, psicólogo, massoterapeuta e empresário na área de decoração, conta que perdeu a visão há 15 anos, após um choque térmico quando saía do mar, após surfar, e tomar uma água de coco gelada. “Perdi uma das vistas e durante o tratamento para recuperá-la, descobri que era intolerante aos medicamentos, aos poucos, fui perdendo a outra. Não tive a fase da negação, sempre tive contato com pessoas com deficiência visual, tenho um vizinho que ajudava a atravessar a rua e hoje somos ainda mais amigos. Todos temos limitações, sejam elas físicas, emocionais, é preciso se adaptar desde que se tenha um propósito, um motivo”.



Nelson diz que ainda não acredita ter recebido um cão-guia, “São 15 anos com a deficiência visual e tudo que eu tinha que viver com a bengala eu já vivi. Vendo amigos com o cão-guia e por gostar muito de animais, fui me interessando pela ideia. Além da autonomia que ele vai me oferecer, tem essa questão de trabalhar isso na sociedade, o que é muito importante, quero contribuir com isso. A Paris será uma companhia a mais, ela veio para somar, não falo mais sozinho”.





Maternidade de cães-guia

Recentemente, no mês de abril, o Instituto Magnus inaugurou sua maternidade com a chegada da primeira ninhada de cães. Os nove cãezinhos foram encaminhados para famílias socializadoras e dentro de um ano estarão de volta para finalizarem o treinamento e auxiliarem mais pessoas.



Famílias Socializadoras

A família socializadora tem um papel essencial no primeiro ano de vida dos filhotes, pois tem o compromisso de expor os cães a uma rotina diária que conta com tarefas como: andar em transporte coletivo, passear em espaços públicos, conviver com outros animais e pessoas, entre outras atividades. Todos os custos, desde alimentação, medicamentos, acompanhamento veterinário e treinamento são de responsabilidade do Instituto Magnus. 



“Estamos sempre em busca dessas famílias, pois sem elas, nosso trabalho não é possível. A todos que se sentirem sensibilizados pela causa, estamos de portas abertas para que venham à sede e conheçam um pouco mais do nosso trabalho. Algumas pessoas têm um pouco de receio de se apegarem ao animal, mas é preciso lembrar que é tudo por uma causa maior: esses cães serão os olhos daqueles que não podem, hoje, enxergar” declara Thiago Pereira.



Além de ensinar ao filhote muito do que ele precisa saber para sua futura profissão, a família colabora com uma mudança social ensinando a todos que cruzam seu caminho sobre direitos e deveres de uma pessoa com deficiência visual e cão-guia. O processo todo dura cerca de 18 meses, até que o animal possa ser entregue à pessoa com deficiência visual, que participa da última etapa de treinamento para se adaptar ao novo companheiro. Nesta etapa, os usuários ficam hospedados em média 15 dias na instituição, em um hotel construído exclusivamente para isso.

 

Para aqueles que desejam conhecer o Instituto, é possível realizar uma visita monitorada, que deve ser agendada com antecedência pelo e-mail: contato@institutomagnus.org ou por meio do telefone: (15) 3042-1110 ou 99755-7201. As visitas são realizadas às terças e quintas-feiras, em dois períodos: das 10h às 11h30 ou das 16h às 17h30, além de um sábado por mês das 9h30 às 11h30. E quem tiver interesse em fazer parte do programa pode tirar todas as dúvidas e se inscrever pelo site do Instituto: http://www.institutomagnus.org.



Instituto Magnus

Endereço: Estrada vicinal Antônio Militão, 122 – Parque Pirapora, Salto de Pirapora (SP). 

Acesso: Pela Rodovia João Leme dos Santos, km 116, sentido Sorocaba a Salto de Pirapora. 900 metros de estrada de terra à direita após a passarela de pedestres.



Sobre o Instituto Magnus

Localizado em Salto de Pirapora, interior de São Paulo, o Instituto Magnus é uma iniciativa sem fins lucrativos, gerido pela empresa Adimax Pet. O trabalho do Instituto é contribuir para a inclusão social através do cão-guia em diversas esferas da sociedade, por isso, além do treinamento e entrega dos cães, suas atividades também são palestras informativas e educativas, vivências, dinâmicas de grupos e ações de divulgação para conscientização e engajamento de pessoas para a causa.

Editorias: Animais  Saúde  Terceiro Setor  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Marcus Vinicius Vianna  
Contato: Laís Quinhonero  
Telefone: 011-972899064-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.