E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




O que seu cão precisa para ser feliz?
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

*Por René Rodrigues Júnior

Não é de hoje que cães e seres humanos convivem em harmonia, em uma relação de afeto e amizade, e isso pode ser comprovado, inclusive, por fatos históricos. Porém, nos últimos anos, essa relação foi ainda mais estreitada e podemos observar alguns fatores que levaram a isso, entre eles, o ritmo da vida moderna e a falta de tempo em estabelecer relações com familiares e amigos, o que fez com que o pet se tornasse o principal indivíduo a receber este afeto, afinal, quem está sempre em casa esperando seu amado dono chegar?

Essas trocas são realmente muito sinceras e lindas de se ver, porém, ao tentarmos retribuir todo esse amor incondicional, criamos necessidades que, muitas vezes, nossos cães não têm, porque cachorro precisa de muito pouco para ser feliz. É tão pouco que parece nada, diante de um sentimento tão grande e puro, que acaba até gerando a dúvida: o que meu cachorro realmente precisa para ser feliz?

Por isso, listamos os principais fatores que contribuem para a alegria do seu melhor amigo. Confira:

1 – Alimentação saudável e água fresca
Isso pode ser considerado o mínimo para qualquer ser vivo, mas seja sincero, seu cãozinho está bem alimentado? Isso não significa comer tudo o que você come, e sim, o que faz bem para ele. Tão pouco tem a ver com quantidade, e sim, qualidade. Cães precisam comer alimentos desenvolvidos para eles, balanceados e na quantidade certa de nutrientes para cada fase da vida. É importante observar que cada animal precisa de uma quantidade certa de alimento por dia, o que pode ser conferido na própria embalagem do produto. Além de respeitar a quantidade de alimento, oferecê-lo de maneira correta também é fundamental para uma boa alimentação. Filhotes e idosos devem ter pelo menos três refeições ao dia e, os adultos, duas refeições é o mais indicado. Quanto à água fresca e limpa é somente o que ele precisa para livrar-se da sede, nesse caso ela deve ficar disponível para o cão o dia todo, de preferência em mais de uma vasilha, em locais diferentes da casa.

2 – Passeios e brincadeiras ao ar livre
Nos últimos anos, muitos centros de compras passaram a permitir a entrada e circulação de pets em suas instalações, mas será que este é o passeio preferido do seu amigo? Cachorro gosta mesmo é de espaço, áreas verdes, terra, desbravar novos lugares e cheiros. Ao levar seu cão a um parque, aproveite para fazerem juntos algumas brincadeiras, pois ele com certeza vai aproveitar, como: lançar bolinhas, frisbees, garrafas pets ou mesmo gravetos.

3 – Banhos frequentes, sempre que necessário
Cães adoram água, isso é fato, mas nem todos gostam de ir ao petshop. A frequência de banho do seu cão deve ser avaliada de acordo com a raça e a necessidade. Por mais que seja prazeroso ter seu amigo cheiroso, levá-lo mais de uma vez por semana ao banho pode ser prejudicial, tanto para a pele quando para o emocional, caso ele não goste.

4 – Veterinário e vacinas em dia
Eles podem ficar um pouco apreensivos em uma visita ao veterinário, mas é melhor prevenir do que remediar. Um cão com a saúde e as vacinas em dia terá muito mais qualidade de vida e, consequentemente, alegria de viver.

5 – Cantinho de dormir
Embora muitos tutores adorem dormir com seus cãezinhos, é muito mais saudável que cada um tenha sua cama, principalmente para o cão, que não terá que disputar por um espaço ou por uma coberta. Crie um cantinho para seu amigo, pode até ser próximo a você. Uma caminha própria para pets ou até mesmo aquele seu edredom mais velhinho, está de bom tamanho.

6 – Educação é muito bom
Algumas pessoas não levam esse ponto a sério, mas ele é muito importante. Um cão educado respeita os limites que você der e sabe que deve atender aos seus comandos. Fazer as necessidades no local correto e não ficar pedindo comida na hora das refeições, por exemplo, pode evitar futuros constrangimentos e desgastes.

O ponto fundamental desses itens básicos é perceber que amamos, sim, e muito nossos peludos, mas eles continuam sendo nossos cães. E, com certeza, serão muito mais felizes se puderem ser quem eles realmente são.



* René Rodrigues Júnior é médico veterinário da Origens, linha de produtos da Adimaxpet, fabricante de alimentos para cães e gatos.

Editorias: Alimentos  Animais  Cultura e Lazer  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Marcus Vinicius Vianna  
Contato: Laís Quinhonero  
Telefone: 011-972899064-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.