E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Mactra, Sika, Vedacit e Viapol discutem a importância da impermeabilização para saúde
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Unidos no Movimento Construção Saudável, os executivos ressaltam que a conscientização faz a diferença para melhorar a qualidade de vida da população
Unidos no Movimento Construção Saudável, os executivos ressaltam que a conscientização faz a diferença para melhorar a qualidade de vida da população

Os executivos das empresas Mactra, Sika, Vedacit e Viapol, criadoras do Movimento Construção Saudável, se reuniram para discutir a importância da impermeabilização para a saúde das pessoas. Em evento online promovido pelo Movimento Construção Saudável, Fabíola Cecon, diretora da Mactra, Jorge Cardoso, diretor da Sika, Marcos Bicudo, presidente da Vedacit, e Ariovaldo Torelli, diretor geral da Viapol, falaram sobre conscientização, a importância do envolvimento da sociedade e a cultura da impermeabilização no Brasil.

Criado com o objetivo de conscientizar a população, o Movimento Construção Saudável tem como filosofia principal o regime de cooperação entre as empresas para uma ação de cidadania, em prol da sociedade. “Juntos podemos fazer melhor e ter mais abrangência. É algo inédito na nossa área. Trabalho há 40 anos com impermeabilização e nunca vi uma atitude assim, o nascimento de uma proposta independente, com quatro grandes empresas unidas em um projeto maior. Nós realmente estamos preocupados com a saúde das pessoas e no que depender da impermeabilização correta, podemos ajudar. Nosso principal concorrente é a falta da cultura da impermeabilização”, afirma Torelli.

O Brasil tem 16 milhões de moradias inadequadas, segundo estudo da Fundação João Pinheiro (2015). Estima-se que 80% dos imóveis no país apresentam problemas relacionados a umidade e infiltração. “A maioria das pessoas espera o problema aparecer ao invés de prevenir e o nosso objetivo é mudar essa realidade, discutir os benefícios de impermeabilizar de forma correta e quais são as consequências desse processo para a saúde das pessoas”, aponta Fabíola.

Uma das principais causas de doenças respiratórias é a presença de mofo nas paredes. O mofo pode causar, e piorar consideravelmente, as alergias respiratórias chegando a complicações graves.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), 30% da população no Brasil possui algum tipo de alergia. A rinite alérgica é uma das mais altas do mundo, com 25% de prevalência. Outro dado alarmante da OMS é que a quarta maior causa de internações pelo SUS (Sistema Único de Saúde) está relacionada às doenças respiratórias, sendo que 35% delas estão vinculadas diretamente ao contato com o mofo e outras patologias pelas quais as pessoas são expostas em suas residências.

Impermeabilizar é fundamental tanto para a segurança do patrimônio quanto para a integridade física do morador. Viver em ambientes com problemas de umidade e infiltração impacta diretamente na saúde. “Nosso trabalho em conjunto busca realmente transformar a qualidade de vida das pessoas, da saúde das edificações, tendo como grande beneficiário a família brasileira. Nos unimos em prol de uma causa que tem impacto direto na vida das pessoas, a busca pela construção saudável. As empresas estão criando valor compartilhado, um impacto social positivo na sociedade. Vislumbramos um Brasil melhor, cada vez menos desigual, com uma base instalada em construções saudáveis nas quais as famílias possam se desenvolver plenamente”, ressalta Bicudo

A impermeabilização deve ser considerada em todas as etapas da obra, em construções de qualquer porte, para garantir a durabilidade e a saúde das habitações. Por isso, é fundamental conscientizar os profissionais envolvidos em todo o processo, das lojas de material de construção aos arquitetos, engenheiros, projetistas e construtoras.

“O Movimento colabora também com a conscientização profissional. A cada dez pessoas que procuram produtos para impermeabilização, sete já estão com graves problemas de infiltração. Por isso, os executores, assim como os profissionais nas lojas, precisam orientar os consumidores sobre a importância de um sistema de impermeabilização. Isso vai ajudar consideravelmente a melhorar essa realidade e a reduzir os danos à população, que sofre com as consequências de falta de impermeabilização. É um grande trabalho que precisamos fazer juntos”, aponta Cardoso.

Segundo dados do IBI (Instituto Brasileiro de Impermeabilização), a umidade responde por 85% dos problemas encontrados nas construções brasileiras. “Existe um grande desconhecimento sobre para que serve a impermeabilização, o que ela evita e o quanto a sua falta pode afetar a saúde das pessoas. Ao falar sobre o mofo, normalmente o que dizem é para arejar a casa e raramente citam a impermeabilização do imóvel. A umidade pode causar diversas doenças respiratórias e as pessoas que adoecem não conseguem resolver o problema se não souberem que o problema está vindo de suas próprias casas. Justamente para trazer esse esclarecimento que fazemos um forte trabalho no Movimento”, esclarece Fabíola.

Com pouco mais de um ano de sua criação, o Movimento Construção Saudável está dividido em quatro fases. A primeira começou com o trabalho interno, ou seja, o engajamento dos colaboradores das quatro empresas. O segundo passo é são os lojistas e revendedores de materiais de construção. As etapas seguintes incluem a mobilização de outras empresas fabricantes de impermeabilizantes, parceiros comerciais, profissionais da construção, da saúde e a mídia.

“O Movimento é cíclico e não terá um fim. Somos um movimento inclusivo, precisamos unir forças para ter um impacto social positivo, gerar saúde e transformar efetivamente o que hoje é considerado um custo na obra em um investimento, um atributo. Este é só o começo e precisamos envolver toda a sociedade para que tenhamos resultados palpáveis. Começamos muito bem. Juntos poderemos vencer o desafio de construir um Brasil mais saudável”, completa Bicudo.

Sobre o Movimento Construção Saudável
http://construcaosaudavel.org

O Movimento Construção Saudável reúne as principais empresas do mercado de impermeabilização – Mactra, Sika, Vedacit e Viapol – com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de cuidar da saúde das habitações e das pessoas.

Criada em 2019, a iniciativa discute os benefícios de impermeabilizar de forma correta e as consequências que o processo traz para a saúde das pessoas. O Movimento promove ações em eventos, revendas, home centers e demais pontos de venda.

Conscientes do impacto na vida da população e de que grande parte espera o problema aparecer ao invés de prevenir, as empresas criaram o Movimento para fortalecer a importância do setor e transformar essa realidade.

Editorias: Construção e Arquitetura  Industria  Negócios  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: RelatioNOW  
Contato: Paula Ferezin  
Telefone: 11-4237-3776-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.