E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Vedacit de Salvador recebe investimento de R$ 2,5 milhões
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Com sede em Porto Seco Pirajá, a Vedacit em Salvador representa 15% do lucro de toda a empresa, que esse ano deve atingir o patamar de R$ 500 milhões. Considerada uma unidade importante para a organização, a sede da capital baiana recebeu um investimento de R$ 2,5 milhões dos R$ 9 milhões investidos na expansão dos negócios neste ano. Durante encontro com a imprensa, na tarde desta quarta-feira (13), no Fera Palace Hotel, o presidente da Vedacit, Marcos Bicudo, falou sobre a importância da unidade do Nordeste, presente na capital baiana há 40 anos.

“É impossível dissociar a nossa presença aqui na Bahia, do Nordeste, da nossa atuação nacional. Já é parte da Vedacit Brasil. É estratégico, fundamental, nós temos realizado investimentos constantes e crescentes e temos uma presença da marca muito pujante, somos líderes, a presença da marca na cidade de Salvador é 94% da população conhece, então é algo muito precioso, muito importante, estratégico, e o nosso compromisso com a região e com o estado da Bahia”, afirmou o presidente ao BNews.

Bicudo explicou que entre todas as capitais brasileiras, Salvador é a que tem o mais alto índice de conhecimento da marca Vedacit, devido às estratégias criadas pela equipe regional na sua divulgação: a gente atua regionalmente, patrocina a Copa Cajazeiras, a Copa do Nordeste, e tem uma atuação muito próxima também das nossas revendas, da comunidade.

Segundo o gerente industrial, Klaus de Carli, a planta de Salvador faz produtos para o Brasil interior e transfere a produção para o sudeste, de onde é distribuído. A produção da capital baiana representa 26% em volume. “Desde o ano passado com a vinda do Bicudo [Marcos] para a organização, a gente fez um trabalho para unificar os trabalhos entre plantas, de unificar os processos e as oportunidades também”, contou Carli.

Outro ponto destacado pelo gerente industrial é a preocupação da empresa com a igualdade de gênero. De acordo com Carli, a Vedacit tem hoje 32% de mulheres, número acima da média de mercado para a construção civil, que é de 25%. “A gente está se esforçando bastante para cada vez mais ter mulheres no nosso processo produtivo, dentro das nossas operações e cada vez mais trazer essa oportunidade igualitária. Estamos trazendo também para cargos de liderança, como é o caso da primeira líder de processo produtivo mulher em Salvador”, contou.

Inovação:
Líderes e pioneiros no mercado desde 1936, a Vedacit trouxe em 2017 o primeiro gestor que não faz parte da família para inovar a organização. Bicudo trabalhou como executivo de multinacional e de mercado e trouxe uma nova dinâmica galgando novos horizontes. Hoje, a empresa atende mais de 20 mil revendedores no Brasil diretamente, mas a ideia é entrar no B2B, o mundo das construtoras.

Segundo o presidente, com a recessão e a Lava Jato, o mercado da construção formal teve uma queda acentuada. O PIB da construção civil, que representava 11,8% em 2012, hoje representa 3,8%. O mundo da revenda que era de 50%, hoje representa 70%, e a construção formal 30%. “Nós queremos nos preparar para a retomada da construção formal que já está na iminência de ocorrer”, contou Bicudo.

Com a tecnologia e a sustentabilidade, a Vedacit espera liderar a construção civil e ser referência no mercado em 2023: Ninguém vai transformar sem inovar. É fundamental inovar. É preciso inovar em todos os aspectos […] O nosso mote é ser uma empresa economicamente viável, mas socialmente justa e ambientalmente responsável e fazer da sustentabilidade uma convicção, um dado para inovar, para transformar o setor. Nós seremos um dos, ou talvez o protagonista, da transformação do setor da construção civil no Brasil.

Como estratégia de inovação, a empresa traz a Vedacit Labs, que é uma plataforma para atrair empreendedores que tenham ideias que possam ajudar no processo de transformação. “A gente oferece para essa galera de Construtec mentoria, dá capital de R$ 100 mil, coloca em um co-work, e oferece a nossa base de clientes para que eles possam escalar mais rápido”.

Fonte: BNews

Para mais informações visite o site:
http://www.vedacit.com.br

Editorias: Construção e Arquitetura  Economia  Industria  Negócios  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: RelatioNOW  
Contato: Paula Ferezin  
Telefone: 11-4237-3776-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.