E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Por que os homens ainda vivem menos do que as mulheres?
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Por que os homens ainda vivem menos do que as mulheres?
...

A cada três pessoas adultas que morrem no Brasil, duas são homens. Eles vivem menos do que as mulheres e têm maior incidência de doenças do coração, câncer, diabetes, colesterol e pressão arterial mais elevada.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os homens vivem, em média, 4,4 anos a menos do que as mulheres e uma das principais causas do número de óbitos é o costume de recorrer ao médico apenas quando a doença está em um estado avançado. Além do hábito de consultar especialistas com pouca frequência, os homens consomem, de acordo com a OMS, cinco vezes mais tabaco do que as mulheres, um grande fator de risco para diversas doenças.

A importância do check-up

A realização periódica de exames regulares é essencial para quem pretende manter a saúde em dia, pois a descoberta precoce de certas doenças é importante no processo da cura. Mesmo diante dos inúmeros benefícios deste procedimento, muitos homens só procuram auxílio médico quando já estão seriamente doentes.

Homens com idades entre 45 e 55 anos são aconselhados a realizar um check-up pelo menos uma vez ao ano. “A avaliação anual é importante para diagnosticar possíveis patologias em sua fase inicial, que podem ser tratadas da melhor maneira ou mesmo serem evitadas”, afirma o urologista do Hospital Santa Clara, Dr. Eliezer Narciso.

Dentre os exames do check-up estão: hemograma, creatinina, glicemia, colesterol total e fração, triglicérides, ácido úrico, urina rotina, fezes (parasitológico), parte renal, eletrocardiograma, ergométrico, raios-x do tórax, entre outros. E com relação a saúde do homem, o Antígeno Prostático Específico (PSA) e exame do toque retal.

O especialista enfatiza a importância deste acompanhamento. “Inúmeras patologias podem ser detectadas precocemente através do check-up preventivo. Outras tantas, crônicas ou não, podem ter seu curso alterado de forma a proporcionar uma adequada qualidade de vida aos pacientes, que assim podem controlar melhor as manifestações das mesmas e evitar o surgimento de complicações futuras. Portanto, é de extrema importância realizar a avaliação com periodicidade adequada”, alerta.

Editorias: Masculino  Saúde  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Kompleta Comunicação  
Contato: Kompleta Comunicação  
Telefone: 34-3086616-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.