E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Dia do Profissional de Eventos terá ações produzidas em parceria pelos integrantes do Movimenta-SE
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

Com a pandemia do novo coronavírus, o setor de eventos, que movimentava 936 bilhões de reais ao ano no Brasil e impactava mais de 70 setores da economia, ficou totalmente paralisado. O grupo Movimenta-SE surgiu para que esses profissionais pudessem se unir e pensar maneiras de solucionar essa crise que o setor tem vivido, - pessoas e até famílias inteiras passam necessidades e já não tem condições de se sustentar.
Durante esta semana de comemoração ao Dia do Profissional de eventos, uma live especial está programada para quarta-feira, às 14 horas, com importantes nomes do setor e a presença de um representante do Corpo de Bombeiros e ainda o lançamento do vídeo que mostra a representatividade do setor para a região.
Hoje já são 218 empresas, 19 instituições e entidades regionais e nacionais que fazem parte do grupo. Um protocolo atualizado com recomendações para a execução segura de eventos pós-pandemia está sendo preparado para, então, ser levado aos órgãos competentes que farão sua análise. Além desse protocolo, o Movimenta-se já conseguiu facilidades para obtenção de financiamentos com condições mais justas para o setor, que gera ao país um PIB de 12,93% e emprega 25 milhões de pessoas direta e indiretamente, durante a crise e pretende manter o engajamento na busca de novas soluções.
Outra preocupação do Movimenta-SE é de apoio social, por isso o grupo levanta a bandeira de ajuda aos trabalhadores que não possuem vínculos com nenhuma empresa, como colaboradores da limpeza, vendedores ambulantes, guardadores de carros, garçons, seguranças, floristas, técnicos, etc. O Movimenta-SE se uniu a algumas campanhas e tem ajudado na divulgação e arrecadação.
José Pereira é um dos colaboradores da limpeza que está contando com essa ajuda. “Nós estamos praticamente passando fome, estamos sem nada dentro de casa. Aqui vivem eu, minha esposa e dois rapazes e a situação está complicada porque todos dependemos dos eventos para nos sustentar. A gente se manter de pé sem ter o que comer é muito difícil, por isso estou pedindo socorro a vocês”.
Marcos Tayrone, gerente operacional da Prime Conservadora e um dos líderes do apoio social do Movimenta-SE, explica que as ações precisam ser imediatas. “Essas pessoas, como o José Pereira, estão passando por necessidades hoje, sem ter o que comer. E a gente precisava fazer alguma coisa para contribuir com elas, que sempre estão assessorando as nossas produções. Por isso o nosso pedido de ajuda se estende a toda população para que possamos ajudar o maior número possível de famílias.”
O Movimenta-SE acredita e tem comprovado que a união de todos tem surtido efeito, “nós estamos passando por uma fase turbulenta, mas que tem servido para unir um setor que andava isolado e, com isso, estamos cada vez mais certos de que vamos dar a volta por cima, e quando isso acontecer, na volta, faremos bonito.”

Editorias: Cultura e Lazer  Economia  Sociedade  Terceiro Setor  Turismo  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: 22 Graus Comunicação e Eventos  
Contato: 22 Graus  
Telefone: 31-32611507-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.