E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




40tena Cultural inicia agenda de dezembro com bate-papos e contação de história
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
40tena Cultural inicia agenda de dezembro com bate-papos e contação de história
...

Desde o início da pandemia do novo Coronavírus, a Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto promove, semanalmente, a 40tena Cultural. O projeto reúne uma agenda diversificada de bate-papos, shows, contações de histórias, oficinas e debates de diferentes temáticas e vertentes da literatura com uma proposta cultural ampla para o público da internet. Para o mês de dezembro, a agenda continua e a primeira atividade acontece na próxima terça-feira (1º/12) com a participação do jornalista e premiado autor, Michel Laub, para um bate-papo sobre seu mais recente livro \"Solução de dois Estados\", com mediação do também jornalista João Borda. A transmissão será ao vivo pelos canais da instituição: Instagram @fundacaolivrorp e site http://www.fundacaodolivroeleiturarp.com/

A conversa vai tratar desse novo romance de Laub, que traz uma abordagem sobre ódio e perdão e os modos como a intimidade das pessoas é definida pela política e pela barbárie dos últimos tempos. A obra narra a trajetória de uma cineasta alemã na preparação de um documentário sobre a violência brasileira. Os principais entrevistados são dois irmãos: Raquel, artista de 130 quilos cujo trabalho se baseia em episódios que a levaram a detestar o próprio corpo, e Alexandre, empresário que atua no ramo fitness na periferia de São Paulo. Ambos foram escolhidos por causa da repercussão mundial de uma agressão que Raquel sofreu, no início de 2018, durante um debate sobre arte e política num hotel da capital paulista.

Diante das câmeras, os segredos dessa história íntima que envolve bullying de adolescência, uma disputa por herança e diferentes visões sobre temas como sexo, religião e responsabilidade individual são pontuados por flashes da história recente do país ― com foco no Plano Collor, que iniciou a ruína da família dos protagonistas e nas eleições de 2018 que mobilizaram o ódio de uma sociedade profundamente dividida. \"É uma história familiar, mas que de algum modo representa a divisão que acabou tomando conta do país nesses últimos 30 anos\", comenta Laub.

Quinta-feira

No dia 3 de dezembro, a Fundação do Livro e Leitura realizará um bate-papo com o tema \"O impacto da literatura nas escolas\", com participação de Débora Silva, escritora e poetisa e idealizadora do coletivo \"Sarau das Pretas\". Entre as abordagens que ela pretende trazer ao debate online, serão destaques o impacto da propagação dos livros no ambiente escolar e o quanto os alunos tornam-se protagonistas da própria história após a introdução da leitura. \"Um ponto que reflito com os estudantes nas minhas oficinas nas escolas é que a nossa vida é um grande livro mesmo e, a cada dia que vivemos, escrevemos um capítulo dessa história\", reflete Débora.

Para a autora, transformar-se num leitor é um processo e, esse percurso, em alguns casos, pode ser traumático. \"Costumo dizer que todas as pessoas gostam de ler e, às vezes, apenas não encontramos o gênero que vai nos tocar\", explica. Ela ainda faz um comparativo da leitura com o trabalho de uma academia esportiva. \"O educador físico nunca deve iniciar o aluno com um peso de 100kg para se exercitar. Também não podemos indicar um Guimarães Rosa para um aluno que nunca leu. Isso vai assustá-lo. Para começar, devemos propor uma leitura mais coloquial, mais próxima e aí esse aluno vai criando uma demanda para leituras mais complexas\", relata.

A mediação dessa atividade contará com Leser, que é educador social, compositor, grafiteiro, produtor musical e cultural. O convidado atua no grupo Comunidade do Bairro Simioni como presidente colaborador, é produtor cultural do projeto Centro Vivo Cidade Democrática e apresentador do programa Papo de Futuro em TV aberta.

Sábado

No dia 5 de dezembro, às 10h, acontece a contação de histórias com a atriz Samara Rosa, com transmissão ao vivo pelo Instagram e site da Fundação. A atriz traz o seu animal preferido – a tartaruga – para o tema central de sua história. \"Animais e fábulas africanas são coisas que me encantam bastante. Mas escolhi a tartaruga, personagem de uma história nigeriana para envolver o público. Esse animal é um símbolo muito importante para os povos africanos\", explica.

Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público, basta acessar o perfil da Fundação no Instagram (@fundacaolivrorp) ou o site: http://www.fundacaodolivroeleiturarp.com/.

Serviço

O que: Bate-papo: \"Solução de Dois Estados\"
Quem: Michel Laub (jornalista e escritor) com mediação por João Borda (jornalista)
Quando: Terça-feira, 1º de dezembro, às 19h
Onde: Instagram e site da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto.

O que: Bate-papo: \"O impacto da literatura nas escolas\"
Quem: Débora Garcia (escritora e poetisa) com mediação por Leser (educador social, produtor, compositor e grafiteiro)
Quando: Quinta-feira, 3 de dezembro, às 19h;
Onde: Instagram e site da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto.

O que: Contação de História
Quem: Samara Rosa (professora e atriz)
Quando: Sábado, 05 de dezembro, às 10h;
Onde: Instagram e site da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto.

40tena Cultural

Durante nove meses de programação consecutiva, a 40tena Cultural já realizou mais de 80 atividades e interagiu com mais de 25 mil pessoas. O projeto, realizado pela Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, tem como proposta incentivar as pessoas a ficarem em casa durante o período de distanciamento e isolamento social, em virtude da pandemia do coronavírus (Covid-19). Para acompanhar a programação semanal, basta acessar as redes sociais da Fundação do Livro e Leitura:

Instagram (@fundacaolivrorp)
Facebook (facebook.com/FundacaodoLivroeLeituraRP)
Linkedin (fundacaolivrorp)
Twitter (@FundacaoLivroRP)
Youtube (FeiraDoLivroRibeirao)
Plataforma http://www.fundacaodolivroeleiturarp.com

Sobre a Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Internacional do Livro. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país, realizada tradicionalmente no mês de junho. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e entraria na 20ª edição. Por isso recebeu recentemente nova identidade, apresentando-se como FIL (Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto), mas a sua realização foi remarcada para agosto de 2021 devido à pandemia do Coronavírus.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura com calendário de atividade durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.

Editorias: Cultura e Lazer  Educação  Feminina  Masculino  Mídia  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Verbo Nostro Comunicação Planejada  
Contato: Verbo Nostro Comunicação Planejada  
Telefone: 16-36108659-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.