E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




O Boulevard da Estância Turística de Itu
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
O Boulevard da Rua Floriano Peixoto em Itu já recebeu mobiliário
O Boulevard da Rua Floriano Peixoto em Itu já recebeu mobiliário

O termo nasceu na França e de acordo com registros históricos, data do século XV. Inicialmente, a palavra foi criada para designar um determinado tipo de via urbana diferenciado e bonito.

De acordo com o dicionário Houaiss, os boulevards, além de serem vias de passagens para veículos, também são dotados de áreas protegidas para pedestres que podem ser instaladas no centro ou nas laterais das ruas projetadas para esse tipo de urbanização.

No caso da Estância Turística de Itu, o projeto da Prefeitura escolheu a principal rua de comércio da cidade, depois de debates e consultas aos proprietários de lojas instaladas na Floriano Peixoto, que concordaram com um urbanismo moderno para atrair mais clientes para seus estabelecimentos.

Na Europa e mais especificamente na França, origem dos boulevards, esse tipo de rua, geralmente, circundava castelos e fortalezas que, atualmente, atraem turistas para um passeio bem diferente do comum.

Com o passar dos anos, perdeu-se a conotação bélica associada à palavra, tornando-se, dessa forma, uma nomenclatura associada às vias de acesso das muralhas que contornavam as cidades e passaram a ser instaladas nos centros históricos de muitas localidades como uma forma de atrair visitantes para passeios tranqüilos em meio a um comércio voltado para os turistas.

Com todo este plano de redesenho da Rua Floriano Peixoto, muitos moradores da cidade esperam que todos os planos de renovação da Prefeitura sigam esta linha. Assim, Itu se converteria num grande exemplo de como outras cidades do Estado podem melhorar seu urbanismo com a inclusão dos pedestres em seu desenho.

Em Itu, o Boulevard esta se tornando uma das melhores zonas transitáveis da cidade, proporcionando um espaço para ser aproveitado para um bom passeio a pé e, ainda, com a baixa velocidade dos veículos dá um bom exemplo de infra-estrutura urbana provocando segurança aos pedestres e a redução de emissões poluidoras dos veículos. Tudo isso visa transformar o descuidado lugar, que nunca foi revitalizado por administrações anteriores, num ambiente mais amigável com o meio ambiente.

Todavia, sempre há descontentes e críticas

A primeira crítica de moradores, sempre contra tudo e contra todos, é o argumento de que o dinheiro investido poderia ser mais bem aproveitado nas áreas de educação e saúde, por exemplo.

Todavia, não sabem que a verba aplicada na Rua Floriano Peixoto teve origem na Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, específica para desenvolver o projeto apresentado pela Prefeitura de Itu. Da mesma forma os recursos para revitalização da Praça dos Exageros, da recuperação do prédio do Mercado Municipal e a reforma da Praça da Matriz também são de origem do Governo do Estado específica, mais uma vez, para a recuperação do movimento turístico.

A confirmação desse cenário foi a recente visita do Secretário de Turismo do Estado de São Paulo e ex-ministro do Turismo, Vinicius Lummertz a Itu para vistoriar a aplicação dos recursos públicos enviados à cidade para investimentos em projetos turísticos. E ele elogiou muito o resultado das obras que a Prefeitura desenvolveu na cidade e, ainda, conheceu o projeto do Trem Republicano, um evento turístico que ligará as cidades de Itu e Salto.



http://www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br

Editorias: Construção e Arquitetura  Cultura e Lazer  Mídia  Propaganda e Marketing  Turismo  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: www.grandeitu.com.br  
Contato: Raul Machado Carvalho  
Telefone: 11-55213483-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.