E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Dia 8 de maio foi o dia nacional do turismo
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Foi. Esperamos até hoje, dia 9 de maio, para nos certificarmos se a imprensa da Estância Turística de Itu iria ventilar o assunto. Nem a imprensa e nem o governo local. É claro que a maior preocupação atual é a epidemia do Covid-19. Mas, uma palavra de alento, de incentivo, de novos planos para o futuro do turismo na quatrocentona Itu poderia aliviar o sofrimento atual do trade turístico.

Uma coisa é certa: o movimento turístico não será mais como antes. Agora são necessárias novas regras, novas providências e um novo protocolo para a recepção dos turistas. Para tanto, são necessários estudos que, pela atual situação, demandam vídeo conferências da Secretaria de Turismo com os participantes do trade turístico. Se faz necessário um projeto de abertura do turismo na cidade.

Dessa forma, Itu estará mais preparada para atender a volta do movimento turístico, que não se sabe quando, um dia acontecerá. E a retomada precisa de planejamento e discussão. É preciso ficar atento às novidades. Por exemplo, o Ministério do Turismo anunciou, no dia 8 de maio, um auxílio de R$ 5 bilhões ao setor, a maior liberação de recursos em toda a história do segmento.

O Ministério ainda informou que, nos próximos dias, vai apresentar todos os detalhes sobre esta operação, para atender aos que são cadastrados no Cadastur, do Ministério do Turismo. O que mostra a importância dos participantes do trade turístico de Itu terem o certificado do Cadastur.

Documento que os hotéis, com raras exceções possuem, restaurantes, assim como os Museus (só o Museu da Música tem e o Museu da Energia esta em fase de registro). O cadastro é obrigatório para Meios de Hospedagem, Agências de Turismo, Transportadoras Turísticas, Organizadoras de Eventos, Parques Temáticos e Acampamentos Turísticos. É válido por 2 anos.

Muita coisa vai mudar

Não só na área do turismo, que deverá ter protocolos de atendimento por parte de hotéis, pousadas, campings, restaurantes etc para proteger o turista.O contato das pessoas nos hotéis e restaurantes deverá mudar completamente.

Até na área do trabalho nada será como antes da pandemia. As empresas terão que administrar o temor dos trabalhadores de novos contatos, mesmo porque poderá haver uma segunda onda do coronavirus.

Os funcionários de escritórios deverão ter à disposição o uso de termômetros corporais, kits de testes de vírus e de anticorpos, instalação de portas automáticas, ou sem maçanetas, corredores mais largos, controle do número de pessoas nos elevadores, entradas de sanitários sem portas e com muito material de higiene pessoal, maior espaçamento entre as mesas de trabalho e até possíveis divisórias especiais entre as mesas.




http://www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br

Editorias: Cultura e Lazer  Mídia  Recursos Humanos  Turismo  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: www.grandeitu.com.br  
Contato: Raul Machado Carvalho  
Telefone: 11-55213483-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.