E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Pesquisa da Sociedade Brasileira de Cardiologia revelou que quase 70% dos brasileiros não conhecem a própria taxa de colesterol
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) constatou que 41% dos brasileiros não se preocupam com as taxas de colesterol e 11% nunca fizeram o exame na vida. O levantamento com 850 pessoas acima de 25 anos, em todo o Brasil, mostrou que 67% das pessoas não sabem a taxa atual de colesterol e 65% desconhecem que o LDL é o colesterol ruim.
No Dia Nacional de Controle do Colesterol, a SBC faz uma campanha no país inteiro para alertar sobre a doença e a necessidade de conhecer melhor os índices e a própria dosagem. “O ideal é ter o Colesterol Total abaixo dos 200mg/dl, o LDL (colesterol ruim) abaixo dos 100 mg/dl e o HDL (colesterol bom) acima dos 40 mg/dl nos homens e acima de 50 mg/dL no caso das mulheres”, explica o diretor de Promoção da Saúde Cardiovascular da SBC, Fernando Costa.
Segundo a pesquisa, 89% dos entrevistados acreditam que todas as pessoas precisam realizar o exame de colesterol, mas quase a metade (47%) fez o exame pela última vez há mais de um ano ou nunca fez. O estudo também trouxe outro dado preocupante que 49% não sabem a duração correta de um tratamento para baixar o colesterol e a necessidade acompanhamento médico.
O colesterol elevado atinge 40% da população adulta, no Brasil. “Mais de 57 milhões de pessoas podem ter um infarto ou um AVC, a qualquer momento, sem o devido controle”, alerta Fernando Costa. Segundo o Cardiômetro da SBC, as doenças cardiovasculares matam cerca de 400 mil brasileiros todos os anos. No site da SBC é possível fazer um rápido teste respondendo oito perguntas para saber o risco de sofrer um infarto nos próximos 10 anos. Acesse: http://www.cardiometro.com.br/risco10anos.asp
A entidade ainda disponibiliza, no site e nas mídias sociais, um vídeo educativo com a cardiologista da SBC, Carla Lantieri. Ela destaca quais são os alimentos amigos do coração e, por exemplo, como os temperos podem substituir o sal no preparo da comida. “O colesterol é fundamental para nossas células. O excesso é que precisa se combatido”, lembra Carla Lantieri na gravação do vídeo.
O diretor de Promoção da Saúde Cardiovascular da SBC, Fernando Costa, explica que o tratamento para o colesterol elevado nem sempre consiste em somente tomar medicamentos. “As pessoas precisam mudar o estilo de vida, praticar mais atividade física e ter uma dieta alimentar equilibrada. O acompanhamento médico tem que ser regular para que o cardiologista possa indicar o remédio ou não, no momento mais adequado para cada paciente”, orienta Fernando Costa.

Editorias: Ciência e Tecnologia  Cultura e Lazer  Esportes  Saúde  Sociedade  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: DOC Press  
Contato: Anadi Luchetti  
Telefone: 11-55338781-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.