E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Abeprest reúne diretoria, conselho e associadas em videoconferência para debater ações contra crise do coronavírus.
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

As associadas da ABEPREST (Associação Brasileira de Empresas de Soluções de Telecomunicações e Informática) têm se reunido periodicamente por videoconferência para debaterem soluções, ações e pleitos frente aos graves problemas que a pandemia do Coronavírus COVID 19 trouxe para todos nós.
A ABEPREST tem 45 (quarenta e cinco) associadas que possuem, somadas, um contingente de 55.000 (cinquenta e cinco mil) colaboradores distribuídos por todo Brasil. São essas empresas e profissionais que prestam serviços de engenharia de telecomunicações para todas as Operadoras Fixas e Celulares do país, que implantam e dão manutenção em todas as nossas redes de internet, dados e telefonia.
Desde o início da crise do Coronavírus no Brasil, quando surgiu o primeiro caso (26/02) em nosso país, há pouco mais de 01 mês, todas as nossas preocupações e ações voltaram-se para a proteção da saúde de nossa população, bem como maneiras de viabilizarmos a manutenção de empregos e a sobrevivência das nossas empresas.
Durante as nossas discussões concluímos que algumas ações são essenciais para que consigamos manter milhares de empregos e nossas empresas saudáveis, capazes de continuar prestando serviços em todo país, aliás serviços indispensáveis, conforme acertadamente decretou o governo federal em 20/03/20 através do Decreto 10282/20.
As ações essenciais citadas acima, que elencaremos a seguir, devem partir não só dos poderes municipais, estaduais e federais, como também deverão vir dos Bancos, Operadoras Fixas e Celulares, Sharings, ISP´s, Fabricantes e Utilities, ou seja, de toda nossa cadeia produtiva, como se fosse uma engrenagem. Citamos então as ações:
1.Informações: essenciais para todos nós, as empresas devem estar super bem informadas sobre todas as ações governamentais. Entendemos que o governo deve oferecer um portal, atualizado diariamente, contendo uma compilação de todas as suas ações sanitárias, econômicas, trabalhistas, previdenciárias e tributárias.
2.Telecom é serviço essencial: apesar da publicação do decreto federal do dia 20/03/20, as nossas empresas ainda continuam sofrendo muita discriminação de diversos setores, nos impedindo muitas vezes de continuar trabalhando, de ir e vir livremente. O governo, em especial o MCTIC e ANATEL, precisam investir na valorização e publicidade desse fato.
3.Bancos privados: de maneira insensível, quando nossas empresas estão mais precisando de recursos financeiros, os Bancos privados estão dificultando suas negociações financeiras e aumentando suas taxas de juros.
4.Flexibilização no recolhimento de tributos: os governos municipais, estaduais e federal ainda estão tomando medidas muito tímidas para flexibilizar o recolhimento de tributos das nossas empresas. Precisamos de ações mais fortes e criativas para o recolhimento do ISS, ICMS, IPI, INSS, FGTS, PIS, COFINS, CSLL, IRPJ, dentre outros.
5.Flexibilização dos Contratos de Trabalho: num período tão crítico como esse, estamos tentando manter os milhares de empregos do nosso setor. É imperativo a flexibilização das leis trabalhistas, num momento de crise incomparável da nossa história. O governo federal tem implementado medidas neste sentido, porém, entendemos que regras de suspensão de contratos de trabalhos, redução de salários e de demissões devem também ser incluídas.
6.Operadoras/Sharings/Fabricantes/Utilities: são nossos principais clientes e deles dependerão muito a saúde financeira e a sobrevivência das nossas empresas. Precisamos que os atuais contratos, as atuais obras, sejam continuadas e não paralisadas. Que as renovações contratuais em andamento prossigam com justeza e correção. Que os processos das novas e futuras contratações sejam acelerados. E que nesse momento tão crítico de nossa história, nossos contratantes sejam mais sensíveis a pleitos financeiros diferenciados, visando melhorar os prazos de pagamento pactuados em contrato.
7.Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário: precisamos que os representantes dos poderes da nossa República desempenhem suas atividades e elaborem suas estratégias de uma maneira minimamente sincronizada e convergente. Temos presenciado inúmeras ações conflitantes entre os Poderes.

Editorias: Ciência e Tecnologia  Informática  Internet  Telecomunicações  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Pimenta Comunicação  
Contato: Alex Nicolau  
Telefone: 011-2858-9192-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.