E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Como a impressão digital para o varejo pode ajudar nas vendas em tempos de COVID-19
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Por Cristiane Borato, Supervisora de Marketing da OKI Data Brasil



Devido à atual crise global desencadeada pela COVID-19, não é segredo que os varejistas do mundo inteiro estão enfrentando mudanças drásticas em seus negócios. Mais do que alterações nos processos de gestão, no entanto, é preciso entender que a pandemia do novo coronavírus deixará marcas também na estrutura das lojas e no modo como as pessoas estão voltando às compras.

Afinal de contas, a implementação do distanciamento social é uma tendência que, ao que tudo indica, não deverá ficar restrita ao período de disseminação do vírus. Ao contrário. Essa transformação pode representar ainda mais desafios, também depois do fim da pandemia.

Em tempos cada vez mais imprevisíveis, os gestores das companhias de varejo precisam estar prontos para reagir rapidamente às mudanças repentinas do mercado e às tendências emergentes impulsionadas pela crise aberta pelo novo coronavírus.

Exemplo disso já pode ser visto agora, durante a pandemia, com supermercados, mercearias e farmácia enfrentando picos de procura e situações de limitação de espaço que muitos varejistas jamais poderiam esperar. À medida que os clientes vão às lojas buscar itens essenciais, as companhias precisam estar mais atentas à segurança dos consumidores e de suas equipes.

Por isso, será fundamental que as organizações adotem medidas para tranquilizar os clientes em suas lojas com maior agilidade. Com comunicações claras, é possível manter um ambiente calmo nesses tempos difíceis. A adoção de sinalização informativa adequada é, sem dúvida, vital para manter um ambiente de varejo seguro e tranquilo para todos.

As comunicações visuais na loja são, portanto, elementos essenciais para ajudar os varejistas a aderirem e cumprirem às mudanças nas regulamentações governamentais destes novos tempos. Por exemplo, o uso de avisos pode ajudar os lojistas a garantir que os compradores observem a distância social necessária da equipe e de outros clientes em toda a loja, principalmente durante a fila para pagar por seus produtos.

Além disso, a sinalização suspensa pode ajudar os clientes a navegar pelos corredores rapidamente para localizar os itens essenciais diários que estão procurando, enquanto a sinalização de prateleira pode comunicar mudanças repentinas na política de limites de compra e níveis de estoque de produtos da maneira mais eficaz.

Outro ponto a ser debatido, porém, é a capacidade de cada unidade ter mais autonomia para criar sua própria sinalização. Normalmente, os varejistas devem aguardar as peças de sinalização diretamente da matriz de sua empresa ou de um fornecedor externo de impressão. Isso pode significar longos prazos, criando um atraso na rapidez com que cada loja pode colocar comunicações vitais e relevantes. É preciso rever esse modelo.

Com mudanças diárias nas orientações de autoridades de saúde combinadas à flutuação na disponibilidade de mercadorias, a capacidade de adaptar rapidamente a sinalização é essencial. Para serem capazes de reagir rapidamente às alterações, os varejistas precisam dispor de recursos que possibilitem, entre outras coisas, a reprodução ou criação de elementos de sinalização e de comunicação impressa na própria loja.

Hoje o mercado já dispõe de impressoras projetadas especificamente para o varejo, que permitem aos lojistas se adaptarem rapidamente às situações, imprimindo uma gama diversificada de comunicações visuais altamente eficazes na própria loja, sob demanda. Uma nova geração de impressoras compactas foi otimizada para atender lojas movimentadas, onde a economia de espaço é uma questão a ser considerada. Esses equipamentos se encaixam nos escritórios e são fáceis de usar para que a equipe de produção gerencie rapidamente os trabalhos de impressão, sem a necessidade de intervenção ou ajuda especializada.

Apesar do tamanho reduzido, essas impressoras podem produzir peças em alta qualidade, nos mais diversos tamanhos, formatos e pesos. Isso significa que elas podem atender as necessidades básicas dos ambientes de varejo sem ampliar o custo ou a complexidade da operação.

Em tempos turbulentos como o que estamos vivendo agora, os varejistas costumam ser os heróis desconhecidos que fornecem apoio e abastecimento real à população. No entanto, nenhuma outra demanda atual parece ser tão importante quanto a comunicação e a habilidade de simplificar o atendimento. A capacidade de se comunicar claramente com os consumidores por meio de sinalização impressa sob demanda e com qualidade profissional é o que possibilitará aos varejistas a chance de manter suas lojas seguras e atraentes para os compradores.

A tecnologia de impressão está pronta para apoiar o varejo, restando saber, apenas, quais líderes entenderão a demanda por agilidade e objetividade que esses novos tempos, indiscutivelmente, trazem para todos nós.

Editorias: Ciência e Tecnologia  
Tipo: Artigo  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: PLANIN Worldcom  
Contato: Planin Comunicação  
Telefone: 11--

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.