E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Empresário José Roberto Colnaghi, da GreenPlac, recebe prêmio da Federação das Indústrias do Mato Grosso do Sul
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
José Roberto Colnaghi, da Asperbras
José Roberto Colnaghi, da Asperbras

O presidente do Conselho de Administração da Asperbras, José Roberto Colnaghi, recebeu, na segunda-feira (16), o prêmio Gran Colar do Mérito Industrial, concedido pela Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul). Foi durante a festa de 40 anos da entidade que o empresário foi reconhecido pelo investimento em Água Clara. A instalação da GreenPlac na cidade trouxe grande desenvolvimento para a região.

Já faz um ano que a indústria começou a produzir os painéis de MDF. A GreenPlac, instalada na pequena Água Clara (MS), de apenas 15 mil habitantes, mudou para melhor a vida da cidade, impulsionando a economia da região, gerando empregos e movimentando o mercado habitacional.

Produção

Neste início de atividades, a empresa já concluiu a meta de produzir 250 mil metros cúbicos de MDF por ano. Nas próximas etapas, a companhia pretende instalar uma nova linha de produção, que agregará entre 600 mil e 700 mil metros cúbicos do produto. A ampliação da produção já estava nos planos da companhia, que no seu projeto já foi desenhada para ter mais duas novas linhas.

Esse cuidado se estende a todas as fases da produção, que começa com o plantio de 12 mil hectares de eucalipto. O manejo dessas florestas é feito por uma equipe especializada. Após o corte, a madeira é beneficiada na fábrica que usa maquinário importado da Alemanha. Em Guarapuava (PR), uma usina de biomassa da Asperbras transforma os restos de madeira em energia limpa e renovável e, assim, gera créditos que retornam para a GreenPlac. Os recursos obtidos pela venda de eletricidade no Paraná permitem que a empresa contrate, no Mato Grosso do Sul, energia suficiente para manter a indústria em pleno funcionamento.

Para tornar toda a produção do MDF autossuficiente só faltava a resina. E em 2020 a GreenPlac terá sua própria unidade de produção de resina. As obras dessa unidade, que fica no mesmo terreno da fábrica, já estão adiantadas.

GreenPlac investe na formação de pessoas

Atualmente, a GreenPlac emprega 350 colaboradores diretos, mas seu impacto na cadeia produtiva envolve também cerca de 500 empregos indiretos. A empresa atingiu rapidamente uma performance de produção com boa aceitação no mercado devido a um planejamento criterioso.

Destacam-se no processo a contratação de técnicos e engenheiros de diversas especialidades com experiência no segmento. Além disso, a companhia promoveu, em parceria com o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) o curso “Operador de Produção”, que contemplou cinco meses de aulas teóricas e dois meses de prática no ambiente industrial.

Sustentabilidade na produção de energia

A GreenPlac foi idealizada para funcionar a partir do uso do eucalipto de florestas plantadas pelo próprio grupo, em uma iniciativa que preserva o ambiente. A energia utilizada em seu processo produtivo também passou pelas preocupações da empresa. Simultaneamente ao início das atividades da fábrica, a Asperbras instalou uma usina termelétrica de biomassa em Guarapuava (PR). A unidade funciona a partir da queima de rejeitos da indústria madeireira da região. A energia limpa obtida nesse processo equivale ao que é utilizado na produção de MDF. A venda da eletricidade, no Paraná, permite à empresa contratar, no Mato Grosso do Sul, energia suficiente para o funcionamento da indústria.

Vale ressaltar que a empresa está em vias de obter a certificação FSC, selo verde mais reconhecido no mundo e emitido pelo Forest Stewardship Council. Ele garante que a madeira utilizada é oriunda de um processo produtivo manejado de forma ecologicamente adequada.

Além disso, a GreenPlac também já adiantou as tratativas para emissão do certificado CARB (California Air Resources Board), uma exigência para exportação para os Estados Unidos, que é concedido às empresas que atendem aos padrões de sustentabilidade durante o processo produtivo de painéis de madeira. Seu objetivo é comprovar a baixa emissão de formaldeído.

Editorias: Economia  Industria  Negócios  Sociedade  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: ECCO  
Contato: ECCO - Escritório de Consultoria e Comunicação  
Telefone: 11-3888-1144--

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype: -
MSN: -
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.