E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Karl Popper investiga o iluminismo grego
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Karl Popper investiga o iluminismo grego
...

Obra do austríaco radicado no Reino Unido chega aos leitores em nova edição voltando-se aos três grandes pré-socráticos: Xenófanes, Heráclito e Parmênides

“Sugiro que foi uma das maiores façanhas de Xenófanes o fato de ter antecipado e representado energicamente todas as principais ideias do Iluminismo europeu”, opina Karl Popper, um dos principais pensadores do século XX, em O mundo de Parmênides: ensaios sobre o iluminismo pré-socrático, que ganha segunda edição revista pela Editora Unesp.

Ao longo de dez ensaios, Popper parte do legado deixado pelos três grandes filósofos pré-socráticos – Xenófanes, Heráclito e Parmênides – e examinando ainda o pensamento do próprio Sócrates e de seu discípulo Platão, além do legado deixado por aqueles filósofos às gerações posteriores, Karl Popper faz uma incursão pelo iluminismo grego, o “maior e mais inventivo período da filosofia grega”. O autor constata que a “aventura do racionalismo crítico grego” chegou ao fim com Aristóteles e sua ciência (epistëmë) demonstrável: “Aristóteles matou a ciência crítica, para a qual ele mesmo fez uma contribuição capital.”

O autor faz uma didática explanação do desenvolvimento da epistemologia de Aristóteles. A seguir, ele credita a Xenófanes a fundação do Iluminismo grego e afirma que o filósofo “chegou muito perto” de antecipar os principais conceitos do Iluminismo europeu. Suas ideias, porém, não merecerem o respeito dos intelectuais de seu tempo. Estes, diz Popper, usaram as ideias de Xenófanes de forma abusiva para causar impacto e ampliar o próprio poder, sacerdotal ou político. O pensamento do filósofo impressionava justamente por seus aspectos que se contrapunham às ideias empiricamente inspiradas: sua profundidade, sua origem de inspiração transcendental, sua significação profética.

Essa admiração sincera pelo pensamento grego é repercutida em todos os ensaios reunidos no livro, que não só elucidam sua complexidade e exuberância, mas também revelam o envolvimento de Karl Popper com a filosofia pré‑socrática.

Sobre o autor - Karl Popper (1902‑1994), austríaco radicado no Reino Unido, foi um dos principais pensadores do século XX, tendo se destacado sobretudo no estudo da filosofa da ciência. De sua obra, a Editora Unesp publicou Os dois problemas fundamentais da teoria do conhecimento (2013).

Título: O mundo de Parmênides: ensaios sobre o iluminismo pré-socrático – 2ª edição
Autor: Karl Popper
Tradução: Roberto Leal Ferreira
Número de páginas: 403
Formato: 16 x 23 cm
Preço: R$ 82,00
ISBN: 978-85-393-0803-3

Mais informações sobre os livros publicados pela Editora Unesp estão disponíveis no site: http://www.editoraunesp.com.br

Editorias: Cultura e Lazer  Educação  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Pluricom  
Contato: Katia Saisi  
Telefone: 11-3774-6463-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.