E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Bruno Latour repensa os significados da ecologia política
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Bruno Latour repensa os significados da ecologia política
...

Antropólogo da Ciência põe em xeque as noções consagradas no imaginário coletivo e imprime uma dimensão filosófica à ecologia.

São quase três décadas de dedicação do sociólogo, antropólogo e filósofo francês Bruno Latour às reflexões sobre a união entre ecologia e política. Apesar de amplamente difundido no imaginário coletivo, Latour ousa desafiar o senso comum ao se perguntar: estaria a ecologia política em condições de dar cabo das complexas questões que envolvem o planeta? É este o caminho que ele trilha em \'Políticas da natureza: como associar as ciências à democracia\', lançamento da Editora Unesp.

“Do ponto de vista conceitual, a ecologia política não começou ainda a existir; apenas se juntaram os dois termos, ‘ecologia’ e ‘política’, alheios inteiramente aos componentes”, escreve Latour. “De fato, neste livro, vamos avançar como a tartaruga da fábula, e como ela, pelo menos assim o esperamos, acabaremos por ultrapassar a lebre, que havia decidido, em sua grande sabedoria, que a ecologia política era uma questão ultrapassada, enterrada, incapaz de fazer pensar, de refundar a moral, a epistemologia e a democracia, ou que pretendia, em três saltos, ‘reconciliar o homem e a natureza’. (...) Vamos nos interessar simultaneamente pelas ciências, pelas naturezas e pelas políticas.”

Ao longo de seis capítulos, o autor desconstrói os termos “ecologia” e “política”, para ele conjugados em completo alheamento a uma ideia de composição produtiva. Nessa toada, os movimentos verdes, arrefecidos, somente arranham o debate, sem conseguir aprofundá-lo. Latour alargará os conceitos, recorrendo à sociologia das ciências, à prática das milícias ecológicas e à antropologia, para sustentar seu conceito de coletivo, diferente de sociedade, ao englobar humanos e não humanos.

Sobre o autor - Bruno Latour é diretor-adjunto e diretor científico da Sciences-Po, em Paris, onde desenvolveu o programa de Experimentação em Artes e Política (SPEAP, na sigla em francês), e professor da London School of Economics e da Universidade de Harvard. De sua obra, a Editora Unesp publicou Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora (2ª edição, 2011) e A esperança de Pandora: ensaios sobre a realidade dos estudos científicos (2017).

Título: Políticas da natureza: como associar as ciências à democracia
Autor: Bruno Latour
Tradução: Carlos Aurélio Mota de Souza
Número de páginas: 350
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 68
ISBN: 978-85-393-0772-2

Mais informações sobre os livros publicados pela Editora Unesp estão disponíveis no site: http://www.editoraunesp.com.br

Editorias: Cultura e Lazer  Educação  Política  Sociedade  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Pluricom  
Contato: Katia Saisi  
Telefone: 11-3774-6463-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.