O exemplo da recuperação do fornecimento de água em Itu

Foram muitos anos de sofrimento por conta da falta de água na Estância Turística de Itu. Em 2014, a cidade entrou em colapso com o racionamento mais longo de sua história: 10 meses. Foi uma tristeza e revolta da população nesse período.

A Prefeitura, na época, teve de apelar para caminhões pipas e outros tipos de soluções desesperadoras para se manter o mínimo da qualidade de vida. Era preciso eliminar esse problema. A repercussão negativa foi em âmbito nacional e a cidade dos exageros teve arranhada sua imagem. A imprensa não perdoava e a cidade foi levada até 2016 com fornecimento de água meia boca.

Nesse ano aconteceram as eleições municipais e a situação mudou radicalmente, pois a principal bandeira do Prefeito eleito era dar dignidade ao abastecimento de água em Itu. Começaram os planos e os projetos que, finalmente, depois de quatro anos, permitiram que a cidade avançasse muito para garantir água na casa de todos os ituanos.

Foram inauguradas grandes obras que trouxeram segurança hídrica para abastecimento da população. O fantasma e a vergonha do racionamento e falta de água ficaram para trás. Esta é uma lição simples de boa gestão que outros municípios podem copiar. Basta seriedade, boa gestão, sem roubos, boa equipe, bons projetos e a vida em Itu mudou completamente em relação à água.

As principais ações da Prefeitura:

Sistema Mombaça
Captação Permanente: São 280 litros de água bruta por segundo, captados em qualquer época do ano. A obra incluiu a construção de cabine elétrica e conclusão de 22 quilômetros de adutoras, além de melhorias das operações.

Foram beneficiadas mais de 120 mil pessoas que residem na região central da cidade que foram beneficiadas pelo Sistema Mombaça. A obra foi inaugurada em agosto de 2018.
Sistema Pirajibu
Captação Permanente: 117 litros de água por segundo, captados em qualquer época do ano. Foram construídas a casa de bombas, cabine elétrica e conclusão de 2,2 quilômetros de duas adutoras. O trabalho beneficiou mais de 40 mil pessoas que moram na região do Pirapitingui. O sistema foi entregue em julho de 2020.

Maior Reservatório de Itu – Uma obra sem igual

O maior reservatório da história de Itu está localizado na Estação de Tratamento de Água do Rancho Grande – a principal da cidade, com capacidade de armazenamento de três milhões de litros de água tratada.

O reservatório vem garantindo um volume de água adequado a toda população, mesmo durante os períodos de estiagem. Mais de 120 mil pessoas que moram na região central são beneficiadas com a maior capacidade de reserva de água. Foi inaugurado em fevereiro de 2018.

Adutora Vila Ianni

Água para quem não tinha: São 2,7 quilômetros de tubulações que resolveram o problema histórico de abastecimento de diversas Vilas: Vila Ianni, Vila Mariah, Chácaras Primavera, Vila Progresso, Portal de Itu, Vila Bandeirantes, Jardim Padre Bento e Vila Padre Bento. Mais de 20 mil pessoas, que moram na região central, foram beneficiadas pela Adutora Vila Ianni, inaugurada em julho de 2020.

Desassoreamentos de Represas

Represa do Gomes: Extração de 30 mil metros cúbicos de material sólido do local. Ou seja, a capacidade de armazenamento da represa foi aumentada em 30 milhões de litros. O desassoreamento do Gomes foi concluído em novembro de 2018.

Represa do São Miguel: Extração de 2,2 mil metros cúbicos de resíduos sólidos. Ou seja, a capacidade de armazenamento da represa aumentou em 2,2 milhões de litros de água. A obra foi concluída em junho de 2019.

O desassoreamento destas represas foi feito pela primeira vez na história de Itu, beneficiando os mais de 170 mil habitantes da cidade.
Troca de Tubulações e Reforma de Poços

Redes de Água: Dentro do projeto de recuperação da água para a cidade de Itu foram trocados mais de 10 quilômetros de tubulações – como, por exemplo, na Rua Floriano Peixoto – o principal centro comercial de Itu. Há décadas que as redes da cidade não recebiam a manutenção necessária.

Poços Braiaiá: Foi reformado um poço de 120 metros dentro da captação do Braiaiá. A obra incluiu a troca completa da tubulação deteriorada, com instalação de uma nova bomba. Deste poço, são extraídos 40 mil litros de água, por hora.

Dessa forma, foram beneficiados mais de 10 mil habitantes com a troca de redes e reforma de poços. As trocas de redes têm sido realizadas desde 2017 e os poços Braiaiá foram reformados em 2020.

Bomba São Camilo

Foi instalada uma bomba de pressão (booster) no reservatório de água do bairro São Camilo. O novo equipamento garantiu regularidade do abastecimento de água em todo o bairro, que sempre registrou ocorrências de baixa pressão ou falta de abastecimento há pelo menos 12 anos. A bomba foi instalada e ligada em abril de 2018.

Desafios Futuros

Colocada a casa em ordem, foi sentida a necessidade de se fazer mais. A estimativa é de que a cidade vai crescer, vai receber investimentos e para isso, precisa estar preparada. Sendo assim, já existe um quadro de investimentos planejados que vai garantir o abastecimento e distribuição de água em paralelo ao crescimento de Itu.

A idéia é prever a construção de um novo reservatório de água tratada com capacidade para dois milhões de litros para atender o crescimento demográfico futuro na região da Vila Ianni.

Ampliação da Estação de Tratamento de Água Rancho Grande: Reforma do tanque de água de lavagem para evitar perdas de água. Construção de novos filtros e decantadores, além de reformar os equipamentos mais antigos. Uma nova entrada para a chegada da água dos mananciais também deve ser feita, o que vai permitir melhor controle de qualidade e distribuição dentro do sistema de tratamento.

Setorização Pirapitingui: Um novo sistema permitirá mais controle sobre vazão e pressão em todas das ruas da região. Desta forma, os locais mais altos não terão problemas de abastecimento durante picos de consumo.

Captação Cajuru: Nova captação de água bruta que vai ampliar as opções para abastecimento de água para os mais de 40 mil moradores da região com a possibilidade de se extrair até 40 litros de água por segundo.

Nova Captação São Miguel: Principal local de captação da água que abastece o Pirapitingui deve ganhar nova casa de bombas, com equipamentos mais modernos, permitindo assim maior vazão de água enviada para a estação de tratamento.




www.grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor
grandeitu@grandeitu.com.br

Editorias: Ciência e Tecnologia  Construção e Arquitetura  Governo  Mídia  Turismo  
Tipo: Pauta  Data Publicação: 14/07/20
Tags:
Informações para contato
Empresa: www.grandeitu.com.br  
Contato: Raul Machado Carvalho  
Telefone: 11-55213483-

E-mail: raul.mcarvalho@gmail.com
Skype:
MSN: