Home  Imagens  Contato  Clássico    
Conceito culinário comfort food aguça a memória gustativa e fortalece os aspectos emocionais


Nutricionista explica os benefícios da comida que ativam as lembranças e sugere um cardápio simples e saboroso

O constante crescimento no setor da alimentação e a grande oferta de novos pratos, novas receitas, novas criações e o uso de ingredientes tradicionais apontam para constantes mudanças no cenário gastronômico. Além disso, o termo gastronomia estar tão em evidência nos últimos tempos, tem levado as pessoas a buscarem vez ou outra uma alimentação sofisticada, mas que seja também endereçada à memória afetiva. O fato é que saborear um prato ou sobremesa não apenas ativa nossa memória gustativa, mas sacia a fome e alimenta o coração.

De acordo com Ana Pallottini, consultora em nutrição da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI), o momento da refeição é um meio de contentamento e entusiasmo emocional carregado de memórias, recordações e bons sentimentos, que ficam ainda mais acentuados em ocasiões especiais. “O cheiro do café coado na hora, um bolo quentinho recém-saído do forno ou uma bela macarronada que lembra o almoço de domingo na casa da avó. Essas sensações boas de aconchego e conforto são as melhores definições de comfort-food”, exemplifica Ana.

A especialista destaca que para quem quer aproveitar os benefícios de uma comida que traga aconchego e boas lembranças, ao invés de apreciar os menus sofisticados servidos nos restaurantes, preparar uma refeição em casa tem um aspecto mais pessoal e envolve diversos contextos, sejam eles culturais, sociais, emocionais ou fisiológicos, mas que devem ser respeitados dentro de uma alimentação saudável e bem planejada

“A escolha alimentar é feita a partir de lembranças e não apenas pelos nutrientes e o essencial é saboreá-la com satisfação. nosso cérebro memoriza todos nossos sentidos sensitivos e, quando falamos de alimentos, podemos pensar também em recompensas, ou seja, quando estamos alegres queremos comer e quando estamos tristes também”, ressalta a nutricionista.

Para você que quer aproveitar a data e proporcionar amor em “forma de comida” a especialista sugere um cardápio comfort-food simples e muito saboroso. Invertemos a ordem e vamos começar pelo jantar e um delicioso café da manhã.

Jantar
Que tal uma salada colorida, massa ao molho pesto e um bom vinho? A sugestão é uma refeição completa, colorida e com diferentes texturas para estimular todas as sensações:
Cenoura: fonte de betacaroteno, precursor da vitamina A e que oferece ação antioxidante;
Tomate: rico em licopeno, seu o consumo está associado a um risco menor de desenvolvimento de câncer de próstata;
Ricota: opção proteica leve e fonte de cálcio, mineral que atua na contração dos músculos;
Spaghetti: excelente fonte de carboidrato. Aumenta a disponibilidade de triptofano, aminoácido precursor da serotonina no cérebro, proporciona sensação de bem-estar;
Molho pesto: preparado com manjericão, azeite, queijo e nozes, que juntos formam um aroma que estimula os sentidos;

Opções de sobremesa
Abacaxi: possui bromelina (enzima que ajuda na digestão) e é rico em vitamina C, magnésio e fibras;
Cookies: fontes de carboidrato, são deliciosos biscoitos que deixam a sobremesa ainda mais saborosa;
Pudim de leite condensado: sugestão comfort-food deliciosa, que remete a diversas lembranças, agradando até os paladares mais exigentes.

Café da manhã
O café da manhã é fundamental para renovar a energia e ganhar disposição. Por isso, aposte nos alimentos fontes de carboidrato, como pães, cereais, bolos e biscoitos. A sugestão é preparar o famoso pão com manteiga, acompanhado de morango com iogurte e café.
Pão: uma ótima fonte de energia para o organismo funcionar adequadamente.
Manteiga: dá mais sabor aos alimentos e, consumida com moderação, deve fazer parte de uma dieta equilibrada.
Morango: rico em vitamina C, um poderoso antioxidante que ajuda a combater os radicais livres.
Iogurte: fonte de proteína e cálcio, mineral que ajuda na saúde dos ossos.
Café: além do baixo valor calórico, se consumido sem açúcar, é rico em cafeína, uma substância estimulante que atua no sistema nervoso.

Editorias: Alimentos  
Tipo: Pauta  Data Publicação:

 
Fonte do release
Empresa: Tree Comunicação  
Contato: Mariana Ortiz  
Telefone: 11-996755786-

E-mail: mariana.ortiz@tree.inf.br
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Enviar release