Home  Imagens  Contato  Clássico    
Com desemprego em alta na pandemia, qualificação online vira oportunidade para jovens de baixa renda

Com olhares fixos e atentos à tela de seu computador, Marco Antonio Dias busca aproveitar cada minuto das aulas lecionadas pelos educadores voluntários do Consórcio Modular Resende, operação de montagem de Caminhões e Ônibus da Volkswagen, em Resende (RJ). Procura não se queixar da instabilidade de acesso à internet, da distância dos colegas ou das dificuldades financeiras familiares. O estudante de 18 anos, morador de Volta Redonda (RJ), faz parte de uma turma de 12 alunos do curso de Operador de Montagem, ministrado pelo Consórcio e desenvolvido pelo Formare, programa da Fundação Iochpe que proporciona formação profissional a jovens de famílias de baixa renda em parceria com a iniciativa privada e por meio do trabalho voluntário.

Marco Antonio acredita que a oportunidade que está tendo precisa ser muito bem aproveitada para concretizar o sonho de concluir uma graduação e um futuro melhor para a família. “Essa pandemia mudou toda a nossa rotina. Antes a gente estava estudando lá na fábrica e agora cada um em casa à sua maneira. No começo as aulas eram pelo celular, mas agora estou com um notebook, comprado com a ajuda da bolsa que recebo do Programa. No começo era tudo meio estranho por ser online, mas agora já me adaptei bem”, revela. “Eu nunca imaginei que poderia participar de algo tão legal. Estou aprendendo desenho técnico, automação e outras disciplinas que certamente me ajudarão a desenvolver habilidades profissionais e conseguir uma vaga no mercado de trabalho”, acredita.

Assim como Marco Antônio, quem não quer perder a chance de buscar melhores oportunidades na carreira é a estudante Juliana Thibes Bertolla, 19, aluna do curso de Operador de Máquinas da multinacional Schaeffler, localizada em Sorocaba (SP). A jovem revela que teve um pouco de dificuldade para assistir às aulas logo que teve de ir para casa, mas já se habituou com a rotina. “Serviu para ter mais responsabilidade. Da mesma forma que acordamos cedo para estudar na empresa, temos que levantar para assistir as aulas pela internet. O compromisso é o mesmo”, conta Juliana. “Estou me esforçando ao máximo para conseguir uma chance na Schaeffler, continuar estudando e até fazer um curso de idiomas”, projeta.

Tanto Juliana como Marco Antônio fazem parte do Formare, programa que é referência no Brasil ao proporcionar qualificação profissional a jovens em situação de vulnerabilidade social e econômica. Em três décadas, cerca de 22 mil jovens passaram pelos cursos de educação profissional e 80% deles foram inseridos no mercado de trabalho. O Programa acontece dentro de empresa parceiras do Formare. Os educadores voluntários são os próprios funcionários das companhias parceiras. Atualmente, o Formare conta com cerca de 800 alunos em formação e 3,5 mil educadores voluntários.

A Fundação é responsável por fornecer os materiais pedagógicos e qualificar os funcionários das empresas para atuarem como coordenadores e educadores voluntários, que já somam mais de 5 mil em todo o país e no México, onde há duas unidades em operação.

“O Formare é uma das primeiras franquias sociais do Brasil. É um programa de formação profissional inovador e altamente sintonizado com as transformações do mundo e as demandas do mercado de trabalho. Alia inclusão social e engajamento empresarial no campo do voluntariado”, explica Cláudio Anjos, presidente da Fundação Iochpe.






Sobre o FORMARE: o Programa FORMARE é referência no Brasil como iniciativa social que proporciona formação profissional a jovens em situação de vulnerabilidade. Mantido pela Fundação Iochpe em parceria com empresas de médio e grande portes, oferece cursos de formação inicial para o mercado de trabalho a jovens de famílias de baixa renda, residentes no entorno das empresas. Em mais de 30 anos, por meio do trabalho de educadores voluntários, o programa já formou 22 mil jovens, dos quais 80% inseridos no mercado de trabalho. Todos os cursos são certificados pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná).

:: Números FORMARE
Unidades: 64 | Empresas parceiras: 43 | Alunos em formação: 800 |Educadores voluntários atuando: 3.500 | Cobertura nacional: 50 municípios em 12 Estados do Brasil | Duas unidades no México.

Editorias: Economia  Educação  Industria  Recursos Humanos  Terceiro Setor  
Tipo: Pauta  Data Publicação:

 
Fonte do release
Empresa: Ricardo Morato  
Contato: Ricardo Morato  
Telefone: --

E-mail: ricardo.morato@conteudonet.com
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Enviar release