Home  Imagens  Contato  Clássico    
Itu precisa se preparar para a volta do turismo
Bandeira da Estância Turística de Itu

Depois do atual pesadelo da pandemia, em algum momento as coisas vão se normalizar e cada um de nós tomará o seu rumo, inclusive os turistas. Todavia, estudos revelam que o turista será diferente, mais seletivo, mais familiar, em busca de atrações que tragam cultura e novos conhecimentos. As viagens serão nacionais e em percursos mais curtos.

Muitos vão pesquisar se o destino escolhido oferece segurança e atrativos culturais dentro das expectativas dos futuros turistas. Essa conduta deverá nortear alguns estudos sobre a nova situação do turismo.

Um importante estudo disponível é o Ranking Connected Smart Cities, o primeiro estudo que avalia as cidades brasileiras sobre a ótica do desenvolvimento inteligente, sustentável, humano e conectado. A Estância Turística de Itu, entre as mais de 600 cidades do país avaliadas, aparece na 9ª posição, com 6.105 pontos, em relação ao Meio Ambiente e em 10º lugar, com 3.081 pontos, na
área de Segurança.

Esses dados justificam a possibilidade otimista do turismo voltar com força, especialmente porque depois de longo período de isolamento as pessoas aprenderam o que é viver com segurança. Outro fator importante é que muitas pessoas vão entender a importância do meio ambiente e as dificuldades de cidades que reclamam do excesso de turistas, como aconteceu com Veneza, Amsterdam, Paris, Nova York e outras que chegaram a proibir o turismo em massa.

Itu é abençoada

Itu é abençoada. Não tem óleo em suas praias (claro, não tem praias), não tem incêndio e desmatamento florestal (não tem Amazônia), não tem desastres ambientais como Mariana, nem secas, inundações, terremotos, furacões, vulcões, tsunamis, usinas nucleares e nem torres gêmeas como as do 11 de setembro em Nova York.

Por isso, deve se preparar para a volta dos turistas, a maioria em busca de conhecimento da história do Brasil, dos momentos que antecederam a queda da Monarquia e implantação da República. Ou movidos pela religiosidade em busca da fé nas muitas igrejas de arquitetura barroca do século 18 ou, ainda, o casario colonial bem preservado no centro histórico da cidade e, também, os mais de 15 museus da cidade, a gastronomia italiana e caipira e as fazendas bandeirantistas históricas.

Apesar dos esforços da Prefeitura em melhorar o visual e o serviço da cidade, recuperando ruas e avenidas, recuperando edifícios históricos como o Mercado Municipal, seria necessário agilizar a introdução do Trem Republicano, a recuperação dos Portais Turísticos de entrada na cidade, hoje fechados, com a participação de guias turísticos e distribuição de folders aos turistas. Neles poderemos ter uma estatística mais confiável do número de turistas que chegam de carro.

Ainda daria tempo, se a normalidade voltar no mês de setembro, por exemplo, de se organizar um calendário de eventos até o final do ano. Talvez um desfile militar no dia 15 de novembro, domingo, para comemorar o dia da bandeira. E, porque não, um Natal farto, iluminado, grandioso para trazer mais alegria ao povo e colaborar com o comércio.

A questão da segurança pública precisa continuar forte, se possível, mais banheiros públicos, especialmente no centro histórico, o respeito ao meio ambiente é outro item que os turistas apreciam. Algumas datas importantes que podem entrar na programação de eventos, citada a cima, seriam a comemoração do dia do hoteleiro, 9 de setembro, os 10 anos do Comtur de Itu, 11 de setembro, o dia do Rio Tietê, 22 de setembro, dia mundial do turismo, 27 de setembro, dia da criança, 12 de outubro e dia da consciência negra, 20 de novembro.




http://www.grandeitu.com.br
grandeitu@grandeitu.com.br
Raul Machado Carvalho – Editor

Editorias: Cultura e Lazer  Internet  Mídia  Sociedade  Turismo  
Tipo: Pauta  Data Publicação:

 
Fonte do release
Empresa: www.grandeitu.com.br  
Contato: Raul Machado Carvalho  
Telefone: 11-55213483-

E-mail: raul.mcarvalho@gmail.com
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Enviar release