Home  Imagens  Contato  Clássico    
Colaboradores do Hospital Estadual de Luziânia participam de treinamento da brigada de incêndio
O manuseio dos extintores de incêndio é parte essencial do combate ao fogo. Foto: Luiz Fernando Fernandes

Os profissionais colocaram em prática os conhecimentos sobre protocolos de segurança e o uso de extintores conforme a classificação do fogo em simulação real

Manter um local de assistência médica seguro é essencial para a manutenção da qualidade do atendimento e plena recuperação dos seus pacientes. Com o objetivo de tornar o ambiente ainda mais seguro, o Hospital Estadual de Luziânia (HEL) treinou a nova equipe da Brigada de Incêndio – grupo de colaboradores que se voluntariam para participar de ações de emergência que possam colocar em risco a integridade de pacientes e outros profissionais.

A capacitação foi realizada na última segunda-feira (11) e contou com a presença de mais de 30 colaboradores. Os brigadistas receberam treinamentos em primeiros socorros, utilização e diferenciação dos tipos de extintores e uso das mangueiras de incêndio. Além disso, os participantes aprenderam a elaborar planos de evacuação para a retirada total ou parcial dos pacientes. As estratégias focaram na agilidade e segurança para minimizar quaisquer impactos causados pelas situações de emergência.

De acordo com o instrutor responsável pelo treinamento, Fábio Oliveira, responsável pelo treinamento, 80% dos princípios de incêndio começam nas fiações elétricas. “Os brigadistas têm um papel fundamental nas instituições. Eles não atuam exclusivamente em situações de urgência. Os profissionais podem ser multiplicadores de boas práticas e alertar os superiores ao notarem necessidade de manutenção predial, por exemplo”, afirmou.

O treinamento foi dividido em duas etapas. Na parte da manhã a equipe estudou a parte teórica e de tarde colocaram em prática todas as instruções passadas pelo especialista. Uma simulação de evacuação em caso de incêndio também foi realizada para fixar a compreensão das estratégias de segurança. Os colaboradores foram divididos em equipes para retirar pacientes e familiares do hospital de forma íntegra e rápida.

Para o diretor-geral do Hospital Estadual de Luziânia, Francisco Amud, ter uma equipe preparada em caso de incêndio torna o ambiente mais seguro para todos. “Fico contente por ter uma equipe preparada em caso de incêndio aqui no HEL. É uma segurança a mais para todos contar com colaboradores dispostos a ajudar em caso de emergência como essa”, concluiu.

Editorias: Serviços  Saúde  Sociedade  
Tipo: Pauta  Data Publicação:

 
Fonte do release
Empresa: ECCO  
Contato: ECCO - Escritório de Consultoria e Comunicação  
Telefone: 11-3888-1144--

E-mail: contato@ecco.inf.br
Skype: -
MSN: -
Twitter:
Facebook:
Enviar release